As boas práticas que inspiram o turismo

As ideias são simples, o custo é baixo e os resultados são animadores. Esta é a receita de 15 boas práticas destacadas durante o anúncio do prêmio de competitividade do turismo brasileiro, divulgada nesta quarta-feira (9), em Brasília. O prêmio é uma parceria do Ministério do Turismo com o Sebrae.

Os projetos foram mapeados durante a avaliação dos 65 destinos brasileiros pelos pesquisadores da Fundação Getúlio Vargas. “A ideia é que sirvam de inspiração para destinos que desejam se tornar mais competitivos”, afirmou o ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves. “Elas têm ajudado a trilhar um caminho promissor para o desenvolvimento do turismo”, disse.  Conheça cada uma delas a seguir:

O projeto Embaixadores de Eventos em Bonito (MS) ajudou a captar quatro novos eventos para os próximos anos na cidade, assim como município de Corumbá, que transformou o centro de convenções da cidade em uma plataforma multiuso e passou a produzir dados sobre o perfil do viajante que desembarca no município, com o Observatório de Turismo de Corumbá.

 
No Ceará, um projeto de coleta de lixo seletiva na Vila de Jericoacoara e a experiência com ocicloturismo foram os destaques. Na Bahia, Mata de São João investiu no turismo de observação de baleias; Maraú colheu bons frutos com a agricultura familiar voltada para o turismo sustentável; e Salvador apostou na gestão de marcas.
 
São Paulo se destacou em dois projetos: o workshop descubra São Paulo, em que promove a cooperação regional, e o SP de Bike, com foco na mobilidade por meio da bicicleta. A capital mineira colheu bons frutos da parceria entre a Belotur e o Sou BH, quando o assunto é marketing e promoção do destino.
 
O Paraná também emplacou dois: o projeto Sou Curitiba, da capital; e a Rede Caiçara de Turismo Comunitário, em Paranaguá. De Boa Vista (RR), destaque para a Patrulha da Chuva; e de Teresina, o Teresina Mais Negócios.
<ascom@turismo.gov.br>
unnamed

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.