Instalações sonoras atraem o público para o Museu Paranaense na Bienal de Curitiba

“Vozes da América Latina” faz parte do Circuito de Museus da Bienal e ilumina patrimônios linguísticos

A mostra Vozes da América Latina, exposta no Museu Paranaense durante a Bienal de Curitiba, possui curadoria de Alfons Hug e resgata não apenas um precioso patrimônio linguístico, mas também uma forma de ver e viver o mundo. A mostra fica em exposição até domingo e a entrada é gratuita.

Calcula-se que 85% das línguas que estavam vivas no ano de 1500 já tenham sido extintas e a exposição propõe logo de início uma viagem a culturas e linguagens através de instalações sonoras. “Ao entrar nas salas expositivas, o visitante primeiro ouve um murmúrio inespecífico e polifônico, composto por várias vozes e por um tapete sonoro, que faz lembrar um ambiente sacro; depois se aproxima de cada um dos alto-falantes e ouve distintamente o som de cada língua ameríndia, dentre centenas de idiomas em risco de extinção ou em situação crítica”, explica o curador. Painéis ao longo do museu acompanham as vozes e contam a história de línguas perdidas ou deixadas de lado na América.

O Museu Paranaense recebe as obras de Sonia Falcone e José Laura Yapita, Sandra Monterroso, Rainer Krause, Raul Quintanilla Armijo, Priscilla Monge, Léon David Cobo, María Rincón e Cláudia Rodrigues, José Huamán Turpo, Javier López e Erika Meza, Gustavo Tabares, Fabiano Kueva, Adriana Barreto e Paulo Nazareth.

Sobre o curador

Nascido em Hochdorf, na Alemanha, vive e trabalha no Rio de Janeiro. Estudou linguística e literatura comparada nas universidades de Freiburg, Berlim, Dublin e Moscou. Foi diretor do Instituto Goethe em Lagos (Nigéria), Medellin (Colômbia), Brasília, Caracas e Moscou. De 1994-98 foi diretor do Departamento de Artes Visuais e Cinema na Haus der Kulturen der Welt (Casa das Culturas do Mundo) em Berlim. Desde 2002 é diretor do Instituto Goethe no Rio de Janeiro. Foi curador geral da Bienal de São Paulo em 2002 e 2004, e curador do pavilhão do Brasil na Bienal de Veneza em 2003 e 2005. Em 2009 foi curador da « Bienal do Fim do Mundo » em Ushuaia (Argentina). Em 2011 foi curador da 6º Bienal Vento Sul Curitiba.

Sobre a Bienal

A Bienal Internacional de Curitiba completa 22 anos em 2015 e se consolida como um dos eventos mais importantes do circuito mundial. Nesta edição, a Bienal prioriza a arte que vai para as ruas, com ações que não se restringem aos museus, centros culturais e galerias, mas que ganham o espaço urbano. Tem curadoria geral do crítico de arte Teixeira Coelho e acontece na capital paranaense entre os dias 3 de outubro e 6 de dezembro com obras de artistas dos cinco continentes em mais de 100 espaços da cidade. Toda a programação é gratuita, exceto pelas exposições no Museu Oscar Niemeyer que segue as tarifas do museu (R$ 9 e R$4,50).

Publicações

Com o início do evento, o guia com a programação da Bienal será distribuído nos espaços expositivos e em diversos pontos da cidade. O site oficial também incluirá toda a programação e as informações gerais. Os catálogos da Bienal Internacional de Curitiba e do Festival de Cinema contêm informações detalhadas de todos os artistas e obras e poderão ser adquiridos a partir de outubro. O guia e o catálogo da Bienal são editados pela Arte e Letra.

Patrocínio

O Ministério da Cultura apresenta a Bienal Internacional de Curitiba 2015, realizada por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura do Ministério da Cultura (Lei Rouanet). Esta edição conta com o patrocínio master da UEG Araucária e patrocínio do BNDES, Petrobras, Sanepar, Copel, Scania e BRDE. Tem copatrocínio da Barigui Financeira, Sesi FIEP, Monreal Construtora, Pátio Batel e URBS. Tem o apoio da APAP-PR e Tintas Coral. O apoio internacional da Fundação Japão, Consulado Geral do Japão, Embaixada da Argentina, Consulado da Argentina em Curitiba, Prefeitura de Columbus, Prefeitura de Cracóvia, Embaixada da Itália, Consulado Geral da Itália em Curitiba, Instituto Italiano de Cultura de São Paulo, Centro Cultural Coreano no Brasil, Consulado Geral da República da Coréia, Embaixada do México, Embaixada da Suécia, Wichita State University, Fulbright, Consulado de Israel em São Paulo, Goethe Institut.

Promoção

A Bienal é uma promoção da RPC TV e do jornal Gazeta do Povo.

Serviço

Data: 3 de outubro a 6 de dezembro

Local: Rua Kellers, 289 – Alto São Francisco, Curitiba

Redes sociais: Facebook, Twitter, Instagram e Youtube

Informações: www.bienaldecuritiba.org

Atendimento à imprensa

Dani Brito Bureau de Comunicação

Gabriel Castro I gabriel@danibrito.com.br I (41) 8777-7007

Dani Brito I danibrito@danibrito.com.br I (41) 9951-9083

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.