Paraná se destaca pelas boas práticas no turismo

A valorização da cultura, dos saberes e dos atrativos tem ajudado a criar oportunidades de geração de renda e melhorar as condições de vida de populações tradicionais da Baía de Paranaguá, no litoral paranaense. A mudança aconteceu a partir de um projeto chamado Rede Caiçara de Turismo Comunitário, que mobilizou os moradores de Ponta do Ubá, São Miguel, Paiçaguera, Eufrasina e Ilha dos Valadares.

Em julho, as comunidades comemoram o primeiro ano de existência e operação da rede com registro de 400 visitantes acolhidos. Estudantes universitários, intercambistas e escoteiros são os grupos mais comuns, mas a região atrai também pequenos grupos de amigos e famílias interessados em vivenciar a cultura caiçara, a forma de vida e os atrativos da Baía de Paranaguá e do Mosaico Lagamar.

Além de passear, praticar esportes náuticos e trilhas, os visitantes aprendem na prática como é a vida das famílias de pescadores da região.  Conhecem a pesca artesanal, a canoagem e experimentam pratos da culinária caiçara.

Para as comunidades, o projeto ajuda também a resolver problemas cotidianos como, por exemplo, o de acúmulo de lixo nas ilhas. Com a rede, foi criado um projeto de economia solidária que permitiu a venda dos resíduos para uma associação de reciclagem; iniciativa que ganhou o aval do Ibama.

A consultora do projeto, Sara Pontes, ressaltou a importância deste trabalho, que vem engajando a rede em outras iniciativas “ que fortalecem os valores do Turismo de Base Comunitária no grupo e gera novas redes e contatos”. Um exemplo foi a participação, em agosto deste ano, no encontro nacional da Rede de Turismo Solidário (Turisol).

O projeto da Rede Caiçara de Turismo Comunitário, realizado com apoio da Fundação Municipal de Turismo e do Sebrae-PR, foi identificado como uma boa prática em turismo durante a pesquisa do Índice de Competitividade do Turismo Nacional, projeto do Ministério do Turismo, Sebrae e Fundação Getúlio Vargas. É a segunda vez que o guia anual de competitividade reúne as principais iniciativas entre os 65 destinos monitorados.

Para conhecer mais sobre a rede: facebook.com/redecaicara ou por e-mail tursustentavel@gmail.com

 

<ascom@turismo.gov.br>

parana
Manifestação cultural na comunidade de São Miguel. Foto: Divulgação/Rede

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.