Renault do Brasil inicia exportação de cabeçotes para a Europa

A Renault do Brasil começou a exportar para a fábrica de motores de Douvrin, na França, os cabeçotes do motor 1,2 litro, da mesma família do 1,0 litro à venda no Brasil. Este é um dos maiores projetos de exportação de peças da CMO (Curitiba Motores), uma das três fábricas da Renault que compõe o Complexo Ayrton Senna – as outras duas são a Fábrica de Veículos de Passeio (CVP) e a Fábrica de Veículos Utilitários (CVU).

Com o novo projeto, a unidade terá um aumento de 100% na demanda de fabricação de cabeçotes. Com isso, a produção de cabeçotes salta de 2.000 unidades por semana para 4.000 unidades por semana. Como consequência, será mantido o terceiro turno da área de usinagem de cabeçotes.

Os motores 1,2 litro D4F equipam os modelos Logan e Sandero, além do Renault Clio europeu. Os motores são produzidos na “Française de Mécanique”, em Douvrin, dentro do acordo de cooperação entre os Grupos Renault e PSA - Peugeot Citroën. A unidade atualmente produz blocos, virabrequins, cabeçotes e outras partes para as duas empresas.

<imprensa.renault@newsbr.info>

timthumb timthumb (2) timthumb (1)

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Talvez você se interesse por estes artigos

Fechar Menu