AB NOTÍCIAS PARANÁ

DOBRANDO A CAPACIDADE

O setor de psicultura vem crescendo em Toledo, no Oeste do Paraná. Além de ampliar a geração de empregos na região, equilibra o desenvolvimento econômico/social do município e arredores. A previsão é que neste ano o setor cresça ainda mais, aumentando a produção. De 45 mil quilos abatidos por dia, o esperado é que dobre para 80 a 90 mil quilos.

 

CASA PRÓPRIA

A Companhia de Habilitação do Paraná, a Cohapar, está trabalhando para ampliar a capacidade de trabalho de construção de casas populares. Estima-se que, para este ano, 840 milhões de reais vão ser investidos pelo Governo do Paraná na construção de 12 mil moradias. As obras vão ser realizadas pela Cohapar e vão garantir a casa própria para paranaenses em situação de vulnerabilidade social.

fco
“Francisco Beltrão” by Marcelo Ortolan – Own work. Licensed under CC BY 2.5 via Commons – https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Francisco_Beltr%C3%A3o.JPG#/media/File:Francisco_Beltr%C3%A3o.JPG

NO TOPO

Francisco Beltrão, no Sudoeste do Paraná, ficou em 5º lugar como melhor cidade do Brasil em infraestrutura. A colocação faz parte do levantamento realizado pela consultoria Urban Systems. O ranking considera 348 cidades de todas as regiões brasileiras. Francisco Beltrão também ficou em 27º lugar entre as cidades brasileiras com até 100 mil habitantes no quesito maior desenvolvimento e melhor ambiente para se fazer negócios.

 

MIRÓ NO MON

Está em exposição a gravura de João Miro no Museu Oscar Niemeyer, em Curitiba. A obra do artista ficou guardada desde março de 2015 no local, mas só agora está em exposição para o público. O Museu Oscar Niemeyer funciona das 10 da manhã às 6 horas da tarde de terça a domingo e a entrada custa 9 reais a inteira e R$ 4,50 a meia.

 

TECNOLOGIA NA MÃO

Agentes comunitários de saúde, Vigilância Sanitária e Vigilância Epidemiológica vão trabalhar com tablets em 2016. Atecnologia disponível é para agilizar e melhorar o controle e acompanhamento de dados relacionados à população atendida por esses setores. Todos os agentes passaram por treinamento e o atendimento diário deve melhorar ainda mais com o novo sistema de operação.

 

RAÍZES DO PARANÁ

A atleta Maria Olguin é de Toledo, no Oeste do Paraná e está sempre orgulhando o Brasil todo. Ela compete pela modalidade de natação feminina e já ganhou diversas medalhas para o país. O objetivo de Maria agora é chegar a uma olimpíada e representar não só o Brasil, mas também trazer orgulho para o interior do Paraná.

 

MESTRADO GRATUITO

A Universidade Federal da Fronteira, de Laranjeiras do Sul, no Centro Sul do Paraná, vai ofertar um novo curso. O Mestrado em Ciência e Tecnologia de Alimentos vai ser ofertando totalmente gratuito pelo campus. A finalidade do curso é proporcionar formação científica ampla e profunda na área, além de desenvolver pesquisas que abrangem diversas etapas da cadeia produtiva.

 

ÚLTIMO DIA

A mostra “Comunidades Quilombolas do Paraná” encerra neste dia 14 de janeiro. São 11 imagens clicadas pela fotógrafa Fernanda Castro, reproduzidas em alta resolução. A exposição está no Hall Térreo da Biblioteca Pública do Paraná, em Curitiba. A entrada é gratuita.

 

ECOPONTO PERMANENTE

Todo os sábados Toledo, no Oeste do Paraná, deve contar com um Ecoponto pela cidade. O objetivo é recolher todos os tipos de lixo recicláveis, que não podem ser recolhidos na coleta convencional de lixo. Os materiais como sofás, geladeiras, e objetos do tipo, vão ser recolhidos pelos Ecopontos, separados e encaminhados para o descarte apropriado

 

GRANDES VILÃS

Com o calor, sol e umidade que o verão traz, surgem facilmente as micoses. Causadas por cerca de 100 espécies de fungos diferentes, as micoses são infecções que incomodam e são difíceis de curar. Podendo ser confundidas com alergias, é sempre importante ficar atento aos sintomas como coceiras, vermelhidão e descamação. Para evitar a micose, algumas prevenções são fundamentais, entre elas, secar bem entre os vãos dos dedos dos pés.

 

MAUSOLÉU

A Igreja Matriz São Pedro Apóstolo em Pato Branco, no Sudoeste do Paraná, está construindo um mausoléu. O local vai abrigar ossadas de religiosos que foram importantes para a comunidade. A construção também é uma homenagem ao frei Sérgio Hillesheim, que completaria 100 anos no dia 3 de abril. A data também é a limite para a finalização das obras. O local deve servir para orações e reflexões, ficando aberto o dia todo.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.