Brasileiros são campeões em dores de cabeça crônicas diárias

Os brasileiros são campeões mundiais em dores de cabeça crônicas diárias, segundo pesquisa da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). E ocupam lamentável quarto lugar em cefaleia tensional e enxaqueca. Para prevenir estas dores, Gláucia Berreta Ruggeri, coordenadora médica do Núcleo de Atenção Integral à Saúde (NAIS), da Central Nacional Unimed, recomenda a adoção de hábitos mais saudáveis no dia a dia:

É possível prevenir essas dores com boas horas de sono, exercícios físicos, postura adequada no ambiente de trabalho, alongamentos sempre que possível e alimentação balanceada. Tabagismo e alcoolismo também devem ser evitados, independentemente das dores de cabeça.

Afinal, grande parte das dores de cabeça primárias é causada por fatores como estresse, má postura, falta de sono, alimentação inadequada e esforço exagerado.

Na seção “Doutor Responde”, da revista Vem Viver, publicação interna da Central Nacional Unimed, Gláucia esclarece que há diversos tipos de dores de cabeça, dividas em grupos. As primárias são causadas pela desorganização na liberação de neurotransmissores, como serotonina, noradrenalina, acetilcolina, prostaglandinas, dopamina e outros.

As secundárias associam-se a outras doenças, como sinusite, aneurisma, glaucoma, otite, gripe, meningite, tumores, problemas dentários e uso excessivo de medicamentos para dor.

As mais frequentes são cefaleia tensional, cefaleia em salvas e enxaqueca. A cefaleia tensional costuma ser a mais comum, resultante da tensão prolongada da musculatura da região ao redor do pescoço e do crânio e, em geral, consiste em uma dor leve ou moderada que se manifesta em regiões como testa, nuca e a parte de cima da cabeça.

A enxaqueca também é frequente e se manifesta por uma dor unilateral, latejante e de intensidade média ou forte. Os principais sintomas são embaçamento da visão, náuseas, vômitos, sensibilidade à luz e irritabilidade. As crises podem surgir a qualquer momento e costumam surgir durante a adolescência.

http://www.unimed.coop.br/portalunimed/flipbook/cnu/vem_viver_ed_8/#26

Sobre a Central Unimed Nacional

A Central Nacional Unimed é a operadora nacional dos planos de saúde empresariais da marca Unimed. É a quarta maior operadora do Brasil. Foi criada para garantir a competitividade do Sistema Unimed diante das exigências do mercado e da legislação. Fechou o ano de 2015 com faturamento de R$ 4 bilhões (+21% em relação a 2014). Hoje, tem 1,8 milhão de clientes, distribuídos nas cinco regiões do país. Fundação: agosto/1998. Faz parte do Sistema Unimed, composto por 351 cooperativas médicas e presente em todo o território nacional que compartilham os valores do cooperativismo e o trabalho para valorização dos médicos e da medicina, mas com gestão administrativa autônoma e independente.  <guilherme@camargocomm.com>

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.