Patrulha de combate à dengue reforça ações de orientação em Paranaguá

Os voluntários da Appa colaram cartazes nos estabelecimentos comerciais e distribuíram folders com a lista medidas que precisam ser tomadas em casa, pelos moradores, para eliminar focos de proliferação do mosquito Aedes aegypti.

A Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa) iniciou nesta segunda-feira (25) um cronograma de ações permanentes de orientação sobre o combate à dengue em Paranaguá. Os mutirões aconteceram na Ilha do Mel – que pertence ao município de Paranaguá – no Pátio de Triagem de Caminhões, na Rodoviária e na Ilha do Valadares, na ponte e na área central.

Os voluntários da Appa colaram cartazes nos estabelecimentos comerciais e distribuíram folders com a lista medidas que precisam ser tomadas em casa, pelos moradores, para eliminar focos de proliferação do mosquito Aedes aegypti.

Na praia de Encantadas, na Ilha do Mel, a Patrulha de Combate à Dengue integrou seu trabalho com um mutirão voluntário de limpeza das praias formado por moradores. Foram recolhidos pelos voluntários 20 sacos de lixo de 100 litros. Os resíduos – a maioria palitos de sorvete, restos de corda, papeis, tampas, latas e garrafas – foram destinados ao centro de triagem da Ilha.

Já os comerciantes receberam orientações sobre os sintomas da doença, informações referentes à eliminação de recipientes que podem acumular água e vistoria permanente em possíveis pontos que possam vir a ser foco do mosquito e, ainda, ações para eliminá-los. O descarte correto de lixo orgânico e de material reciclável, com lixeiras de acordo com material, também foi informado.

PÁTIO DE TRIAGEM – Também foi dia de orientar e conscientizar os motoristas que passam pelo Pátio de Triagem do Porto de Paranaguá. Por dia, o local recebe até 2,5 mil caminhoneiros, que foram orientados logo da entrada do pátio sobre os riscos da dengue e formas de prevenção do mosquito transmissor.

“Rodamos por todo o Estado e é muito perigoso que alguém seja infectado aqui e acabe levando a doença para outro município. Por isso é muito importante que todos saibam como ajudar a eliminar o mosquito da dengue”, afirma o motorista de caminhão Valdir Oliveira, de Guarapuava.

Os comerciantes que trabalham dentro da área do pátio também foram abordados. São mais de dez estabelecimentos, entre lanchonetes, cantinas e restaurantes, que agora contam com o material explicativo de combate à dengue.

“Estamos engajados nesta campanha de prevenção em apoio ao município de Paranaguá e à Secretária de Estado da Saúde”, ressalta o diretor-presidente da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa), Luiz Henrique Dividino.

AÇÃO NAS EMPRESAS – A diretoria empresarial da Appa também promove palestras diariamente em todas as empresas de Paranaguá. Já foram realizadas campanhas na União Volpak, SGS, Bunge, TCP, Martini Meat, Marcon Operadora, Sulterminais e Pasa. Para esta semana estão agendadas visitas a Tefer, Marcon Matriz, Orion, Cargonave, Coamo, Cotriguaçu e Céu Azul.

“Queremos angariar mais voluntários nesta campanha de conscientização e garantir o envolvimento de toda comunidade portuária no controle e combate à doença”, reforçou Dividino. Segundo ele, é necessário eliminar a dengue de Paranaguá e evitar que ela seja levada para outras cidades por meio de pessoas que trabalham em Paranaguá e vivem em municípios vizinhos.

PROGRAMAÇÃO – Nesta terça-feira (26) o mutirão acontece no terminal municipal de Paranaguá, das 11h às 13h e das 18h às 19h30h. Na próxima quarta-feira (27) a abordagem será nos postos de combustíveis, às 7h e às 19h. A equipe da Appa estará nos supermercados de Paranaguá, na quinta-feira (28), das 18h às 21h. Na sexta-feira (29), o trabalho ocorre no Terminal de Embarque, em frente ao Palácio Mathias Bhon, das 17h às 18:30h e, no sábado (30), os voluntários divulgam ações de combate à dengue no centro comercial de Paranaguá, das 10h às 15h.

COMBATE – A Patrulha Voluntária de Combate à Dengue iniciou a atividade de divulgação da campanha da Secretaria de Estado da Saúde nos municípios litorâneos, devido ao alto índice de moradores de Paranaguá que trabalham nas praias e de moradores das praias que trabalham em Paranaguá.

Na última semana foram liberados R$ 4 milhões para o combate à dengue no município. Os recursos são oriundos de um acordo judicial entre a Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa) e o Ministério Público Federal e foram repassados ao fundo de Saúde de Paranaguá.

A Appa intensificou as ações de combate à dengue devido ao estado de emergência decretado no em Paranaguá. O trabalho inclui ações de higiene e limpeza, pulverização em áreas portuárias com potencial de risco, educação ambiental com foco na saúde pública, divulgação com material informativo através de e-mails, site da Appa, folders e plotagem na frota de veículos.

A varrição de ruas e avenidas dentro da área do cais e do porto organizado foi ampliada e poças de água estão sendo eliminadas por máquinas. Também foi criado um cronograma de pulverização diária nas áreas mais propensas ao surgimento do mosquito Aedes aegypti para eliminar possíveis focos.

Todas as comunidades das baías de Paranaguá e Antonina estão recebendo informações quanto às formas de prevenção, diagnóstico e monitoramento da dengue. Patrulha de combate à dengue reforça ações de orientação em Paranaguá IMG_5346

1 Comentário

  1. A Avenida Bendo Rocha e a Ayrton Senna, ambas de uso intenso para as atividades da APPA, merecem muita atenção principalmente a primeira que tem um arremedo de ciclovia sem drenagem e muito suja desde a entrada da cidade até o porto. Ao longo da Bento Rocha os pontos de criadouros são encontrados praticamente de metro em metro.

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.