Saiba como cuidar da pele neste verão

Nada melhor do que aproveitar o sol durante ​​o verão. Contudo, essa época do ano demanda cuidados redobrados com a pele, já que a exposição excessiva aos raios solares pode causar diversos problemas dermatológicos como desidratação, queimaduras, envelhecimento precoce, além de aumentar o risco de câncer. “Embora possam ser bastante graves, os problemas de pele causados pelo excesso de exposição ao sol podem ser evitados por meio de medidas simples”, alerta a Dra Keila Mitsunaga, dermatologista da Unidade Cidade Jardim do HCor – Hospital do Coração.

Para que as pessoas possam cuidar da pele sem deixar de aproveitar o verão, a Dra Keila tem algumas dicas:

Utilize o protetor solar corretamente

Todos sabem que, no verão, o uso de protetor solar é fundamental. Porém, a aplicação correta deve ser feita de 20 a 30 minutos antes de colocar a pele em contato com os raios solares. A partir desse momento, é preciso renovar a proteção com aplicações realizadas de três em três horas, principalmente, em ambientes como praias e piscinas. Outro cuidado, é jamais usar protetor com fator abaixo de 30. “Pessoas que precisam ficar expostas ao sol durante o trabalho, como motoristas, guardas ou cobradores de ônibus, também devem adotar esses cuidados para evitar câncer de pele”, aconselha a Dra Keila. “O uso de loções pós-solares e hidratantes também é bastante benéfico, já que tais produtos evitam descamação, refrescam, hidratam, reparam e acalmam a pele que, geralmente, fica danificada após um dia inteiro de exposição solar”, acrescenta a médica.

Mantenha a pele limpa e hidratada

O excesso de areia, suor ou componentes químicos presentes nas piscinas, por exemplo, resseca a pele e favorece a ocorrência de fissuras por onde entram microorganismos que podem causar doenças como micose e frieira e infecções de pele. Por isso, caso vá à praia ou a algum clube, é importante tomar uma ducha de água fria para tirar o acúmulo de sujeira, ao final do passeio, ou um banho assim que chegar em casa. “Nesses casos, o melhor é usar somente água e evitar sabonete, já que ele resseca a pele. Após o banho, remova todo o excesso de água e utilize creme hidratante, principalmente em locais onde a pele é mais seca, como nos cotovelos, pés, joelhos e mãos”, recomenda a Dra Keila.

Evite pegar sol logo depois de se depilar

Depilar o corpo ou o rosto pouco antes de ir à praia ou à piscina é um erro grave. Embora muitas mulheres ainda cometam esse descuido, ele pode provocar o surgimento de manchas escuras na pele. “O ideal é que a depilação seja realizada com, pelo menos, 48 horas de antecedência. No período de férias, por exemplo, uma boa alternativa é recorrer à depilação com cera, já que, ao retirar os pelos pela raiz, é mais prolongada e evita que as mulheres deixem de pegar sol porque precisam voltar a se depilar”, sugere a dermatologista do HCor.

Use sandálias e seque-se bem depois de sair da água

Hoje em dia, muitos locais frequentados por banhistas são poluídos. Por isso, é imprescindível procurar manter a pele sempre seca depois de sair da água para evitar a proliferação de bactérias ou o surgimento de fungos que também provocam micose. ”É importante usar sandálias ou chinelos para arejar e proteger os pés de poças d’água repletas de bactérias que se formam na areia, por exemplo. Também é bom evitar o compartilhamento de toalhas, já que isso favorece a transmissão de microrganismos”, recomenda.

Invista no betacaroteno

Uma alternativa natural para deixar a pele morena e com um bronzeado que dura mais tempo está nos alimentos que possuem carotenoides como cenoura, abóbora, mamão, maçã e beterraba. “Estes alimentos protegem a pele de queimaduras e a deixam mais bonita e hidratada”, afirma a médica.

Tome bastante líquido

Um problema bem comum nos períodos mais quentes do ano é a desidratação. Ela pode provocar dor de cabeça, tontura, desmaios, entre outras intercorrências. Por isso, merece total atenção. “O ideal é que possamos consumir de dois a três litros de líquidos por dia para manter nosso corpo hidratado. Sucos naturais, bebidas isotônicas e chás gelados cumprem com essa função. Porém, contém mais calorias que a água pura, por exemplo, o que requer cautela”, explica a Dra Keila.

Cuidado com a exposição direta ao sol

As maiores temperaturas do dia são registradas entre às 10 e às 15 horas. Por isso, é preciso ter cuidado com a exposição solar direta, já que, neste período do dia, o risco de queimaduras é muito maior. Nessa faixa de horário, o melhor é ficar protegido em locais cobertos, como quiosques, bares ou mesmo os guarda-sóis, o que evita também quadros de insolação. “É importante ressaltar que mesmo nessas situações – em que se está indiretamente exposto ao sol – o uso do protetor solar é necessário, já que até 80% da radiação solar é refletida da água e da areia. Isso pode provocar queimaduras mesmo em quem está sob o guarda sol, por exemplo”, diz a médica. “Contudo, se tomarmos todas estas precauções, podemos aproveitar o verão com muito menos riscos à pele!”, conclui a dermatologista do HCor.

<ricardo@targetsp.com.br>

Gray942
“Gray942” por Henry Vandyke Carter – Henry Gray (1918) Anatomy of the Human Body (See “Livro” section below)Bartleby.com: Gray’s Anatomy, Plate 942. Licenciado sob Domínio público, via Wikimedia Commons – https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Gray942.png#/media/File:Gray942.png

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.