Espaço CÊNICO reune literatura e teatro na Curitiba Mostra

Idealizada pelo Espaço Cênico, da atriz e produtora Nena Inoue,  o projeto Curitiba Mostra, reúne importantes nomes da literatura e do teatro curitibano, em quatro novas estreias. Mesclando escritores, diretores, atores e demais criadores, o Espaço Cênico, amplia seu projeto original  e quadriplica sua atuação, convidando a companhia brasileira de teatro, a Selvática Ações Artísticas e a CiaSenhas de Teatro, para se somarem a seu projeto, com encenações da obra dos escritores Dalton Trevisan, Manoel Carlos Karam, Wilson Bueno e uma mostra de autoras curitibanas (Alice Ruiz, Luci Collin, Leonarda Glück e Priscila Merizzio). A curadoria da programação é de Nena Inoue e Gabriel Machado e tem patrocínio do Banco do Brasil, através do mecenato municipal.  Integra ainda a programação, o espetáculo Paranã, que em recente temporada, foi grande sucesso de público e crítica.

A produção avisa aos interessado que serão 10 dias de programação consecutiva  e que o público poderá contar com o bar Curitiba Mostra, que, entre outras, criará drinks especiais de gasosas, especialmente de gengibirra, uma bebida tipicamente curitibana.

 

LITERATURA E TEATRO

O namoro entre teatro e  literatura é uma dobradinha que há muito tem gerado bons frutos e a potente produção literária de Curitiba, influencia diretamente o teatro que aqui se faz. Basta olhar e ver. Os contos de Dalton Trevisan no espetáculo “O Vampiro e a Polaquinha”, com direção de Ademar Guerra,  foi o maior sucesso de público da história do teatro no Paraná, durante 7 anos consecutivos;  o espetáculo “Vida”, à partir das obras de Leminski, deu destaque nacional à companhia brasileira de teatro, hoje entre as mais respeitadas do Pais e, não por acaso, a nova geração de dramaturgos, origina-se em grande parte, da área literária. Assim, podemos afirmar que a influencia da literatura na produção teatral é um traço que muito nos traduz e nos veste de uma certa identidade.

O Espaço Cênico há tempos leva literatura para a cena, desde  seu primeiro trabalho, “As Kamikazes”, reunindo a obra de poetas suicidas  – Ana Cristina Cesar, Florbela Espanca, Sylvia Plath e Alejandra Pizarnik –  passando pelo projeto “Outras Leituras”, com curadoria de Mario Domingues, Josely Vianna Baptista e Nena Inoue e que, em parceria com a Caixa Cultural levou ao palco obras de importantes escritores brasileiros e latino americanos.  E, mais recentemente, o espetáculo “Paranã”, com textos dos escritores Domingos Pellegrini, Dalton Trevisan e Wilson Bueno, em contos inéditos para o teatro, com artistas se revezando  em atuações e direções e que, não por acaso,  foi destaque de programação teatral de 2015.

Ficha técnica da Mostra:

Idealização e coordenação geral: Nena Inoue

Curadoria: Nena Inoue e Gabriel Machado

Direção de produção: Gabriel Machado

Produção, comunicação e divulgação: Mari Paula

Produção e logística: Nina Ribas

Iluminação: Beto Bruel

Coordenação técnica: Trio

Arte gráfica: Martin Castro

Fotografia: Marcelo Almeida

Vídeo: Alan Raffo

Projeto realizado com o apoio do Programa de apoio e incentivo à Cultura – Fundação Cultural de Curitiba e da Prefeitura Municipal de Curitiba.

 

PROGRAMAÇÃO  GERAL

MOSTRA DALTON TREVISAN

DALTON CABARÉ

Com o Espaço Cênico

Sinopse:

Textos de Dalton Trevisan, nosso contista mor, levados ao palco em ambientação de cabaré/inferninho. Sexo, família, violência, a mesquinha sociedade curitibana, a crítica ácida e humorada à Curitiba e a auto crítica do próprio autor, são as temáticas  recorrentes neste desgracido Cabaré, onde “um bom conto, é pico certeiro na veia”.

Ficha Técnica:

Direção: Nena Inoue

Elenco: Cássia Damasceno, Kauê Persona, Leonarda Glück e Pedro Inoue Cantora convidada: Simone Magalhães

Iluminação: Beto Bruel

Figurinos: Amábilis de Jesus

Preparação Vocal: Babaya

Foto de divulgação: Marcelo Almeida

Serviço:

Datas: 24 a 27 de março às 23h

Valor: R$20 e R$10

Lotação: 100 lugares

Classificação Indicativa: 18 anos

Duração: 60 minutos

Local: Guairacá Cultural – Rua São Francisco, nº 179.

 

MOSTRA MANOEL CARLOS KARAM

A CIDADE SEM MAR

Com a companhia brasileira de teatro

Sinopse:

“Há quem diga que para Curitiba ser perfeita só falta ter mar. Há quem diga que Curitiba é tão ruim que nem ao menos tem mar. É lenda? A lenda diz que Curitiba tem apenas duas estações. Se vivesse aqui, Vivaldi teria composto o inverno e a rodoferroviária. E talvez dedicasse algumas notas de violino ao verão, que neste ano caiu numa sexta-feira”

Colaboração: Michelle Pucci, Moa Leal, Luiz Felipe Leprevost, Edson Rocha, Nadja Naira, Giovana Soar, Ranieri Gonzalez e Nina Ribas. Foto de divulgação: Henrique Linhares

Produção: Cássia Damasceno e Elisa Ribeiro

Foto de divulgação: Henrique Linhares

A companhia brasileira de teatro possui patrocínio de manutenção da Petrobrás.

Serviço:

Datas: 28 e 29 de março às 20h e 23h

Valor: R$20 e R$10

Lotação:  40 lugares

Classificação Indicativa: 16 anos

Duração: 60 minutos

Local:  Guairacá Cultural – Rua São Francisco, nº 179.

 

MOSTRA WILSON BUENO

PINHEIROS E PRECIPÍCIOS

Com a Selvática Ações Artísticas e O Estábulo de Luxo

Sinopse:

Pinheiros e Precipícios é uma busca pelo impublicável. Remete a uma aldeia da qual todos os romances se afastam. É Wilson Bueno quem olha para esse universo que começa e termina na sarjeta. A inspiração da peça é uma produção literária que centraliza, em um desejo de se afastar do cartão postal, narrativas e figuras desviadas e desviantes. Putas, demônios, cadáveres e bandidos. Trajetórias que não revelam a história dos vencedores – em cena aqueles que têm suas vozes caladas, os que não sabem para onde ir, personagens errantes, delinquentes e loucos. No fracasso, uma poética que nenhuma vitória alcança. Estão evocados aqui os paranaenses que, lutando contra costumes conservadores e obsoletos, transformaram o passado e tornaram o presente possível. O herói está morto. Não há salvação para Curitiba.

Ficha Técnica:

Encenação: Ricardo Nolasco

Dramaturgia: Francisco Mallmann

Elenco: Claudete Pereira Jorge, Jeff Bastos, Leonarda Glück, Patricia Saravy, Simone Magalhães e Stéfano Belo.

Iluminação: Semyramys Monastier

Trilha Sonora/Ambientação Sonora: Jo Mistinguett

Foto de divulgação: Francisco Mallmann e  Stéfano Belo

Serviço

Datas: 30 e 31 de março às 20h e 23h

Valor: R$20 e R$10

Lotação:  40 lugares

Classificação Indicativa: 16 anos

Duração:  60 minutos

Local:  Guairacá Cultural – Rua São Francisco, nº 179.

 

MOSTRA AUTORAS CURITIBANAS

O BAFO DA GRALHA

Com a CiaSenhas de Teatro

Sinopse:

Neste trabalho, a CiaSenhas conspira com escritoras curitibanas de diferentes gerações. São escritoras-mulheres-palavra-pensamento que compõem o corpo das palavras-fêmeas que vibram em Curitiba. Pedimos licença para com elas todas, promiscuamente misturadas, tomar o espaço.

Ficha Técnica:

Textos: Alice Ruiz, Luci Collin, Leonarda Glück e Priscila Merizzio

Direção: Sueli Araujo

Atuação: Anne Celli, Ciliane Vendruscolo, Greice Barros, Luiz Bertazzo e Rafa di Lari

Figurino: Amabilis de Jesus

Cenário: Paulo Vinícius

Design de som: Ary Giordani

Design de luz: Wagner Corrêa

Direção de produção / Maquiagem: Marcia Moraes

Assistente de produção: Edran Mariano e Mariana Freitas

Foto de divulgação: Elenize Dezgeniski

Serviço

Datas: 01 e 02 de abril às 20h e 23h

Entrada: R$20 e R$10

Lotação: 40 lugares

Classificação Indicativa:14 anos

Duração: 40 minutos

Local: Guairacá Cultural – Rua São Francisco, nº 179.

 

PARANÃ

PARANÃ,  do tupi guarani,  pará + nã = semelhante ao mar. Com textos de Dalton Trevisan, Domingos Pellegrini e Wilson Bueno, mesclando literatura e teatro e a essência e significados do ser paranaense, leva à cena o melhor da literatura paranaense, com textos inéditos no teatro.  Idealizada por Nena Inoue, com realização do Espaço Cênico o espetáculo reúne artistas de distintas companhias teatrais de Curitiba, que se revezam entre direção e atuação. A montagem com cenas independentes entre si, se constrói à partir de contos curtos de Dalton Trevisan, de trechos da novela “Mar Paraguayo” de Wilson Bueno e  do conto “O Encalhe dos 300”, de Domingos Pellegrini. Em Trevisan, o poder de concisão de um dos maiores contistas do mundo; em Bueno, o ineditismo de levar ao palco a provocação da literatura que transpõe suas próprias fronteiras e no fluxo de pensamento da protagonista, através da mescla do portunhol e do guarani, borrar todas as fronteiras, não só́ dos gêneros literários, mas também da simetria da linguagem. E em “O Encalhe dos 300” – do livro “O homem vermelho”, que deu ao autor Domingos Pellegrini seu primeiro Prêmio Jabuti –  a atmosfera e a memória histórico afetiva do contador de causos, do ator como narrador da história contada como um diário durante um engarrafamento numa estrada no norte do Paraná, que dura sete dias.

Histórias criadas  pelas mãos e olhar de mestres da literatura que imortalizaram  histórias dos heróis do cotidiano que vivem, resistem e constroem uma história silenciosa…  em Curitiba, no Paraná, no Brasil e  em qualquer canto  do mundo. Assinam a direção, Nadja Naira, Rafael Camargo e Nena Inoue e no elenco, os atores Silvia Monteiro, Ricardo Nolasco, Nena Inoue e Rafael Camargo.

Ficha  Técnica:

Textos: Dalton Trevisan, Domingos Pellegrini e Wilson Bueno

Direção: Nadja Naira, Nena Inoue e Rafael Camargo

Elenco: Nena Inoue, Rafael Camargo, Ricardo Nolasco e Silvia Monteiro

Preparação de Texto: Babaya

Iluminação: Beto Bruel

Cenário: Ruy Almeida

Cenotécnicos: Alfredo Gomes e Adilson Magrão

Figurinos: Ranieri Gonzalez

Material Gráfico: Martin Castro

Trilha Sonora: Luiz A. Ferreira e Rodrigo Del Rey

Operação de Luz: Semyramys Monastier

Operação de Som: Pedro Inoue

Foto de Divulgação: Marcelo Almeida e David D’Visant

Serviço

Datas: 01, 02 e 03 de abril às 16h

Valor: R$20 e R$10

Lotação: 60 lugares

Classificação Indicativa:16 anos

Duração: 90 minutos

Local: Teatro Novelas Curitibanas – Rua Presidente Carlos Cavalcanti, 1.222 – São Francisco

<contatomaripaula@gmail.com>

fotos:  MARCELO ALMEIDA – Henrique Linhares – Francisco Mallmann e  Stéfano Belo – Elenize Dezgeniski

1ee81040-56cb-4f12-8204-fa1cca71caa6 3cda23ee-5f00-43e4-9a88-be7e26cb7d75 525bec37-63e1-40e1-b266-62905a7540a7 7591061c-bce8-48b4-9d9c-63b77c195170 eeaa77e8-879b-4d47-be09-b8d912d250e0 5e39d0f0-6f3a-46e8-8e2f-1469e350c7bb

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.