Livro ensina crianças a brincar como nossos avós

As brincadeiras que precedem a era tecnológica e embalaram gerações por anos compõem o livro “Lendas, Mitos e Cantigas do Folclore brasileiro”, que acaba de ser lançado por meio da Lei de Incentivo municipal da Fundação Cultural de Curitiba, com incentivo do Grupo Positivo. O material traz também versões cantadas e narradas das brincadeiras em um CD, e orienta os leitores sobre a origem e sentindo das narrativas, além de apresentar o passo a passo de como é possível brincar com elas.

“As brincadeiras de roda, parlendas, mitos e cantigas são um importante aspecto da nossa cultura e estão em sua grande maioria preservados na nossa tradição oral. Registrá-los por meio de livro é uma ferramenta para imaterializá-las”, explica a produtora cultural responsável pela publicação, Beth Capponi. Este é o terceiro livro da produtora dedicado ao folclore infantil brasileiro e entregue gratuitamente aos alunos da rede pública de ensino.

“A intenção é estimular que estas lendas, mitos e cantigas estejam presentes no processo pedagógico infantil, dando apoio para que os professores repliquem o conhecimento tradicional e estimulem o universo lúdico entre os alunos”, reforça Beth. Os exemplares podem ser encontrados também em bibliotecas municipais e Faróis do Saber.

Pesquisa e composição

O livro “Lendas, Mitos e Cantigas do Folclore brasileiro” apresenta as seguintes narrativas do folclore tradicional infantil brasileiro: Acalanto, Adivinhas, Jogos Populares, Lendas e Mitos, Mnemônias, Parlendas e Trava-línguas.

As ilustrações são da artista visual Yvy Capponi. A sonorização é composta por um coletivo de artistas: Michele Mara, Leo Fressato, João Triska, Iria Braga e Raíssa Fayet.  A produção musical e arranjos foram assinados por Alberto Rodrigues, do Blindagem. O ator Carlos Villas Boas faz narrativas dos grandes textos. A versão do e-book é composta por Abel Vargas, artista visual de efeitos que atualmente vive em Vancouver no Canadá trabalhando para grandes estúdios de cinema e TV. A curadoria da pesquisa é desenvolvida pelo pedagogo Gehad Hajar.

Como brincar as brincadeiras?

Um ponto importante no livro “Lendas, Mitos e Cantigas do Folclore brasileiro” são as orientações que indicam a maneira de transformar os versos, música e histórias em brincadeiras. Estas orientações também fazer parte na tradição do folclore.

 

Sobre o Positivo – O Positivo nasceu em 1972, a partir da ideia um grupo de professores visionários que criaram um curso pré-vestibular inovador. Hoje, a marca Positivo consolidou sua liderança em todas as áreas em que atua Ensino, Soluções Educacionais, Cultura, Tecnologia e Gráfica, graças à qualidade de seus serviços e produtos. Na área de Ensino, o Grupo atua desde a Educação Infantil até o Ensino Superior – Graduação (Bacharelados, Licenciaturas e Cursos Superiores de Tecnologia), Especialização, Mestrado e Doutorado. Mais de 1 milhão de alunos utilizam os sistemas de ensino da Editora Positivo, em escolas públicas e particulares, no Brasil e no Japão. Escolas de mais de 40 países utilizam soluções desenvolvidas pela divisão de Tecnologia Educacional da Positivo Informática. A maior fabricante brasileira de computadores possui plantas em Curitiba (PR), Manaus (AM) e na Argentina. A Posigraf, uma das maiores gráficas da América Latina, tem filiais e representações em todo o Brasil, Mercosul e Estados Unidos. Na área cultural, os espaços destinados aos eventos e exposições passaram a contar com o Expo Renault Barigui, em 2012, e a administrar o espaço de feiras e eventos do Shopping Estação, em 2015.  No ano em que completou 40 anos, o Grupo Positivo também lançou o Instituto Positivo, para centralizar e potencializar as ações de responsabilidade social e investimento social privado das suas empresas e unidades educacionais.

imagem_release_598071
Créditos: Estevan Reder

imagem_release_598070

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.