O lazer é essencial para o desenvolvimento da criança

Há mais de 50 anos, a aprovação unânime do sétimo artigo da Declaração Universal dos Direitos da Criança reconhecia uma necessidade indiscutível: toda criança precisa de lazer. Quem lida frequentemente com os pequenos entende essa demanda. Eles necessitam exercitar a criatividade, gastar energias e sociabilizar para que possam se desenvolver não só no que se diz respeito à estrutura física, mas à psicológica também.

As diversas idades pedem diversas formas de lidar com a ludicidade. Com dois e três anos, por exemplo, a criança está focada em construir sentido, reconhecer o mundo ao redor e criar novas realidades. É a fase do faz-de-conta. A partir dos cinco anos, estas representações da imaginação se aprimoram, mas os jogos motores entram em cena, abrindo alas para atividades coletivas. Aos sete anos, os pequenos estão prontos para brincar de tudo e gastar sua energia, que está a todo vapor. 

E o que os pais podem fazer para aproveitar ao máximo estas necessidades e impulsionar o desenvolvimento dos filhos? De acordo com o educador físico Carlos Eduardo Kohl, há várias formas de fazer isso. Uma delas é brincar com eles em casa. Dedicar-lhes um tempo é um gesto simples e fundamental para uma boa saúde física e mental. Outra coisa indispensável é coloca-los em movimento e em contato com outras crianças. “Esse convívio e esta rotina de atividades devem ser os mais prazerosos possíveis”, destaca o professor.

Um dos idealizadores da Cross Kids, um estúdio funcional infantil que trabalha todos os aspectos do desenvolvimento da criança, Carlos Eduardo criou um método agradável e inteligente de tirar a meninada do sedentarismo. Por meio de vivências motoras, como a corrida, o salto e o arremesso, o aluno trabalha as habilidades do corpo, o equilíbrio, a força, a velocidade e a capacidade cardiorrespiratória enquanto gasta energia. “Fazer atividade física diminui a ansiedade, garante um sono mais tranquilo, emagrece e melhora o desempenho escolar. Isso é comprovado cientificamente”, diz Carlos.

Mas esses ganhos práticos não são os únicos pilares que sustentam o sistema desenvolvido por Kohl e a esposa, Priscilla Domingos. O aluno melhora também a sociabilização e a autoestima ao ajudar os amigos durante os exercícios. O conceito de cooperação permeia toda a agenda da academia e, ali, o importante é cooperar e não competir. “O cognitivo e o motor facilitam o aprendizado e isso se reflete em outras áreas da vida da criança”, explica Priscilla.

A primeira unidade foi aberta em Campo Grande, no ano passado. Seis meses depois, o Cross Kids chegou a Curitiba, onde também está fazendo sucesso.  Aulas de jump, zumba kids, circuitos funcionais e até matinê de carnaval endossam a envolvente grade do estúdio. “As crianças pulam, se divertem, perdem peso, melhoram a autoestima e sempre querem mais”, afirma Brunna Stavis de Bortoli, sócia proprietária da Cross Kids Curitiba. Ao que parece, criança fechada em casa sozinha e sedentária no smarthphone é mesmo uma realidade que vai contra a própria natureza da infância.

Serviço:
Cross Kids Curitiba
Rua Petit Carneiro, 190
Água Verde, Curitiba, Paraná
(41) 3015-8525 / 9145-0827
www.crosskidsbrasil.com.br
www.facebook.com/crosskidsbrasil

d360278d-aa5f-4891-a000-2cfd306dcffe

brunna@intervalocomunicacao.com.br

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.