Bailarinos se unem em projeto que visa integrar a dança a outras artes

Proposta do DeMarkondes Corpo & Cultura é ser um canal aberto para artistas e empreendedores, auxiliando na concretização de ideias e aproximando a dança do público

A partir deste mês de março, o cenário cultural curitibano passa a contar com um novo aliado na integração e difusão da arte com o lançamento do projeto DeMarkondes Corpo & Cultura, uma iniciativa que visa proporcionar um ponto de encontro das danças com outras artes como a música, o teatro, o canto, o cinema, a literatura e a fotografia. “Estamos abertos às novas ideias e queremos ajudar a empreender os sonhos de outros profissionais. Acreditamos que é possível romper com as fronteiras convencionais e juntar, por exemplo, dança com moda ou gastronomia”, explica uma das idealizadoras do projeto, a bailarina Elaine de Markondes.

Formada pela Escola de Dança Teatro Guaíra, Elaine, que é médica, fisioterapeuta e master trainer em Pilates, traz em seu currículo e sua vivência este “DNA” multicultural que o DeMarkondes Corpo & Cultura propõe. Além do trabalho como bailarina clássica, coreógrafa e maître de ballet, nos últimos anos ela passou a atuar como dançarina de tango. “Tudo isso é muito inspirado pelo meu encontro com o tango. Este projeto pra mim é o resgate da essência de minha vida como artista. Quero tocar os amantes de dança pra que eles se sintam mais próximos desta arte”, ressalta Elaine.

Seus parceiros na idealização do projeto são outros dois bailarinos, também formados pela Escola de Dança Teatro Guaíra: Ian Mickiewicz, integrante do Balé Teatro Guaíra por 17 anos, trabalhando com grandes nomes da dança mundial, também envolvido com a dança contemporânea e o tango, atuando como coreógrafo, diretor artístico e preparador de elenco; e Simone Bönisch, co-fundadora e diretora da Associação de Bailarinos e Apoiadores do Balé Teatro Guaíra – ABABTG, engenheira cartógrafa e Mestre em Sensoriamento Remoto, atuando como produtora cultural desde 2009.

demarkondes3

Com suas diferentes trajetórias e atuações na dança, os três têm em comum o mesmo desejo de empreender projetos que, para muitos, são apenas sonhos. “Parceria é o caminho. Quando você soma pessoas com competências diferentes das suas, isso torna possível viabilizar um projeto. Com novas parcerias podemos transpor fronteiras, mostrando os artistas curitibanos para outras cidades e trazendo os de outras cidades para Curitiba”, comenta Simone.

Para tal, o projeto irá promover ações que estimulem a produção da arte e a promoção da cultura, realizando workshops, simpósios, espetáculos, exposições, e também oferecendo serviço de consultoria e produção de projetos, além de atividades culturais em geral. A ideia é mobilizar profissionais, estudantes e amantes das diferentes áreas, estimulando a formação de plateia e o envolvimento da sociedade com a arte. “Queremos sensibilizar profissionais e público colocando uma lupa nas questões referentes à dança e a intersecção dela com outras artes, mostrando que existem infinitas possibilidades artísticas nesta interação”, esclarece Ian.

Entre as ações já programadas pelo DeMarkondes Corpo & Cultura estão o Workshop Clássico, nos dias 16 e 17 de abril, com a presença de profissionais de destaque nacional, visando a reciclagem de conhecimentos e o debate sobre a realidade da dança clássica na atualidade; e o evento Tango – Dança & Música, nos dias 18 e 19 de junho, que trará professores e músicos nacionais e internacionais para aulas, performances de música e tango, e milongas.

Mais informações sobre o projeto, workshops e demais ações do DeMarkondes Corpo & Cultura no site demarkondescorpoecultura.com.br

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.