Curitiba recebe primeiro evento das Jornadas Culturais 2016

No dia 7 de abril, em Curitiba, o Centro de Memória Bunge, em parceria com o Grupo Boticário, promove o primeiro encontro das Jornadas Culturais 2016, evento que reúne profissionais e especialistas em preservação de memória empresarial. Para debater o tema “Acervos Digitais: dos desafios à preservação”, foram convidados os palestrantes Vilma Gural, assessora técnica da Direção da Biblioteca Pública do Paraná, e Lucas Henrique Gonçalves, responsável pela gestão do Portal da Informação do Sistema de Bibliotecas e coordenador do Departamento de Bibliotecas e Documentação da Universidade Federal do Paraná (UFPR). Eles abordarão a necessidade de transposição de informações de acervos analógicos para o meio digital e farão reflexões sobre a produção de novas informações com base na realidade tecnológica contemporânea, que trazem economia, praticidade e acessibilidade, mas têm vida útil consideravelmente mais curta.

Além das palestras principais, dois cases práticos serão apresentados aos participantes. O primeiro é a experiência do Grupo Boticário com seu acervo de memória organizacional, responsável pelo gerenciamento das informações e também pelo resgate, armazenamento, organização e disponibilização de materiais, dando subsídio para projetos estratégicos da empresa. O case abordará também o desenvolvimento da “Exposição Histórias Grupo Boticário”, um espaço interativo onde o visitante pode conhecer, sentir, respirar e se envolver com a história da empresa.

Outro case que será apresentado, é o do Centro de Memória Bunge – um dos mais ricos acervos de memória empresarial do País que reúne documentos cartográficos, iconográficos, tridimensionais, textuais, entre outros – sobre sua experiência com a preservação da memória, a disseminação do conhecimento e a utilização de seu acervo para tomadas estratégicas de gestão por parte da empresa mantenedora.

A Fundação Bunge, que mantém o Centro de Memória Bunge, é a idealizadora das Jornadas Culturais desde 2004. Este ano, o evento que já contribuiu para a formação e a atualização profissional de milhares de participantes chega a suadécima segunda edição. A série de palestras e oficinas gratuitas dedicadas à preservação da memória será realizada em São Paulo(SP), Itacoatiara (AM) e Santa Bárbara d’Oeste (SP).

 

Perfil dos Palestrantes:

Vilma Gural – graduada em Biblioteconomia e Documentação pela PUC do Paraná, é assessora técnica da Direção da Biblioteca Pública do Paraná e bibliotecária responsável pelas empresas Arquiviza e Microbrás, de gerenciamento de informação.

Lucas Henrique Gonçalves – possui graduação em Biblioteconomia pela Universidade do Estado de Santa Catarina e é o responsável pela gestão do Portal da Informação do Sistema de Bibliotecas da Universidade Federal do Paraná (UFPR), onde também coordena o Departamento de Bibliotecas e Documentação, órgão responsável pela Coleção Memória UFPR e pelo Núcleo de Automação Documentária. Também é membro do Comitê Gestor do Repositório Digital Institucional da UFPR.

 

Serviço

Acervos Digitais: dos desafios à preservação

  • Palestrantes: Vilma Gural e Lucas Henrique Gonçalves
  • Data: 7 de abril
  • Horário: 9h às 17h
  • Local: Auditório Corporate Jardim Botânico
  • Av. Dr. Dário Lopes dos Santos, 2197
  • Rebouças – Curitiba – PR
  • Inscrições: http://bit.ly/1MyMND2

 

Sobre a Fundação Bunge

A Fundação Bunge, entidade social da Bunge Brasil, há 60 anos atua em diferentes frentes com o compromisso de valorizar pessoas e somar talentos para construir novos caminhos. Suas ações estabelecem uma relação entre passado, presente e futuro e são colocadas em práticas por meio da preservação da memória empresarial (Centro de Memória Bunge), do incentivo à leitura (Semear Leitores), do voluntariado corporativo (Comunidade Educativa), do desenvolvimento territorial sustentável (Comunidade Integrada) e do incentivo às ciências, letras e artes (Prêmio Fundação Bunge).

 

Sobre o Grupo Boticário

Constituído em 2010, o Grupo Boticário é uma referência internacional no varejo de beleza. Controla quatro unidades de negócio (O Boticário, Eudora, quem disse, berenice? e The Beauty Box), e é mantenedor da Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza. Está presente em nove países e conta com uma força de trabalho composta por 7 mil colaboradores diretos que acreditam que beleza não é o que a gente sonha, imagina ou quer. Beleza é o que a gente faz. <marleide.rocha@cdn.com.br>

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.