Dicas da Ford para higienizar o carro e evitar doenças

É preciso cuidado especial com a higiene e limpeza do carro para evitar caronas desagradáveis como fungos, vírus, bactérias e ácaros presentes no ar, nos restos de comida, nos sapatos e até na cadeirinha do bebê.

Pensando nisso, a Ford dá algumas dicas de como limpar a cabine do veículo, evitando problemas de saúde.

Atenção especial aos itens que precisam de cuidado frequente:

  • Cinto de segurança
  • Volante
  • Bancos
  • Câmbio
  • Painel
  • Cadeirinha de criança
  • Tapetes

ee168435-4860-4f88-a32d-6f6f783f4424

A limpeza é simples: Basta usar álcool 70, água, sabão, espuma desinfetante e aspiradores de pó.  Depois de remover as camadas grossas de sujeira como terra, poeira e suor, é preciso desinfetar com o álcool. No caso das telas multimídias do carro, o melhor é utilizar um spray ou espuma específicos para a limpeza do material.

3c50d174-d61e-4f80-b500-7f885784609f

Ter sempre à mão uma sacolinha de lixo, garrafa de água renovada e lenços de papel são outras recomendações. “É importante fazer a higienização para diminuir a população microbiana e reduzir a possibilidade de contaminação do ambiente, risco de alergias e infecções ”, destaca a infectologista Alina Habert.

 

e281080a-b5d9-4708-8293-9da12f3140dc

Não descuide da qualidade do ar dentro do carro

O filtro do ar-condicionado deve ser trocado a cada 20 mil km ou dois anos. A água condensada no evaporador do equipamento normalmente está sujeita à contaminação.

Eduardo Pinto, supervisor de Engenharia de Climatização da Ford América do Sul, dá algumas dicas para evitar a proliferação de fungos:

  • Alguns minutos antes de chegar ao seu destino, desligue o ar-condicionado e mantenha a ventilação no máximo, com a saída de ar voltada para o painel e os pés;
  • Coloque o seletor de temperatura no ar quente e mantenha a ventilação no nível máximo por cerca de dois minutos.

Use também a função da recirculação do ar-condicionado para ajudar na climatização e chegar a uma temperatura confortável dentro da cabine. Em seguida, Eduardo recomenda desligar essa função para que o ar de fora possa entrar.

 

Tome água!

A ingestão do líquido de forma constante evita o ressecamento dos olhos e garganta, que podem ser causados pelo ar refrigerado. <Maira.Simoes@bm.com>

7f614285-244a-478f-bf4f-5941a90e21ee

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.