Ponta da Barra em Laguna (SC) ganha sua primeira pousada

A terceira cidade mais antiga do estado de Santa Catarina, Laguna, é o destino certo para quem procura por turismo sustentável e cultural. Mar, dunas, área verde, atividades em meio à natureza, frutos do mar frescos, isso e muito mais estão à disposição do turista que prefere a tranquilidade de uma ilha de pescadores ao agito das praias famosas.

E agora, Ponta da Barra, uma das praias de Laguna, situada na parte leste da cidade, distante 128 km de Florianópolis (SC), 367 de Porto Alegre (RS) e 423 km de Curitiba (PR), ganha a Pousada Ponta da Barra. A ilha conta com diversos pontos turísticos, o principal deles é o Farol de Santa Marta, maior farol em alcance visual da América Latina, com 92 km, e que fica a 13 km da pousada.

A pousada tem 14 quartos – com cozinha, banheiro, TV e ventilador –, piscina, quiosque, espaço gourmet e SPA. Além disso, ela disponibiliza bicicletas, stand up paddle, caiaques e passeios com guias turísticos. “A ideia principal da criação da pousada foi para receber as pessoas de uma forma mais aconchegante, e que elas se sintam bem tranquilas e felizes, revigoradas e desestressadas”, diz Rosângela Pereira Cabral, sócia da pousada.

Sustentabilidade e educação

A infraestrutura e a arquitetura do empreendimento foram desenvolvidas pensando na questão ambiental pela região se tratar de uma ilha de pescadores e reserva ambiental. Segundo Jordan Cabral Filho, o outro sócio da pousada, o local conta com poço artesiano e um sistema de coleta de água da chuva. “Adquirimos todo esse equipamento para já fazer o tratamento da água, para reutilizá-la para banhos, lavar louça e demais usos”, comenta Cabral. Além disso, os decks de madeira utilizados servem também para absorver a água da chuva.

As janelas, as portas e os demais móveis do local são de demolição e as peças de decoração, como lustres, foram feitas por pessoas que moram na região, além de artesanatos feitos pela própria sócia.

Também já está sendo implantada a coleta seletiva do lixo reciclável e orgânico. De acordo com Rosângela, ainda não há essa separação de lixo na ilha. “Estamos trabalhando para implantar essa ação. Queremos incentivar a comunidade a separar o lixo com pacotes de cores diferentes para facilitar a coleta. No espaço gourmet, os hóspedes poderão fazer frituras, então já iremos separar o óleo e passá-lo para uma pessoa responsável pela coleta.”

As bicicletas também são um incentivo para o turista deixar o carro de lado. “Disponibilizamos as bicicletas para que as pessoas não utilizem carro aqui, vamos incentivar a caminhada nas trilhas”, explica Rosângela.

O perfil do hóspede esperado na pousada é de casais, pessoas que não querem gastar muito e não têm o desejo de ficar em um hotel sofisticado, mas também não muito simples. “Pensamos no bem-estar das pessoas, dos casais que queiram descansar, com um ambiente voltado totalmente para natureza com praias encantadoras que só tenha acesso por meio de caminhada”, conta Rosângela.

Uma das primeiras clientes da pousada, Meri Bittencourt Vieira, de Criciúma, conta sobre a sua primeira impressão do novo estabelecimento.A estrutura ficou excelente, os serviços com qualidade e muito capricho, foi pensado em todos os detalhes para que deixassem com que as pessoas se sentissem bem.”

Primeiro posto de salva-vidas da Ponta da Barra

Além de todo esse cuidado com o meio ambiente, a pousada ainda foi parceira na construção do primeiro posto de salva-vidas da praia Ponta da Barra. A praia, até então, não tinha um posto de salva-vidas, e um dos bombeiros que faz parte da Associação de Surfistas de Laguna, o Segundo Sargento do Corpo de Bombeiros de Laguna, Dario Manuel Duarte, procurou os sócios da pousada pedindo colaboração para que o sonho deles também se edificasse. “E nós o assumimos, demos a força financeira. Acolhemos o sonho deles e patrocinamos o seu projeto, para que a comunidade e as pessoas que vêm à ilha tenham a proteção dos bombeiros”, explica a sócia.

Dario explica que a parceria entre a Pousada Ponta da Barra, o Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Santa Catarina e o Madeireira Maderal foi fundamental para que o posto de salva-vidas saísse do papel. “A pousada financiou toda a parte de fundação do posto. Ele era uma reivindicação de bastante tempo e graças à parceria da pousada esse sonho se tornou uma realidade. Um sonho da comunidade, que visa a coletividade, em que entra a segurança que trabalha com a coisa mais importante do mundo, vidas humanas”, diz Duarte.

Também para ajudar na obra, a associação promoveu um campeonato de surfe, a Terceira Etapa do Circuito Lagunense de Surfe, em que todo o seu lucro foi destinado a pagar a mão de obra do posto. Além disso, foram coletadas cerca de 250 assinaturas para a criação do Parque Municipal de Gravatá, para manter preservada a praia próxima a Ponta da Barra.

Para chegar até Ponta da Barra e a pousada, o turista pode utilizar automóvel, ônibus, barco e avião, fazendo conexão com o Aeroporto Regional de Jaguaruna, inaugurado no ano passado, distante 49 km de Laguna. Mais informações no site http://www.pousadapontadabarra.com.br/.

 

Serviço

Pousada Ponta da Barra

Local: Rua Norberto Antônio Vieira, 116 – Laguna, SC, Brasil (Helenn Cordeiro)

b800862a-b402-40b5-a358-b1cb72bb03eb 1f95f8ce-bfba-4af2-a81b-254938f8aae9 fed491d3-94a8-4abd-8e9e-335966145734 2ba6745e-ade4-41fa-be1e-62d0301ab486

1 Comentário

  1. Sou nativo. Gostei do projeto, porque não apresentam fotos de dia e de vários ângulos. Acho estranho só fotos noturnas.

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.