Secovi-PR ensina como evitar problemas no condomínio

aptos

A falta de tolerância e o desconhecimento do regulamento são os causadores de quase 100% dos problemas nos condomínios e os mais comuns envolvem questões referentes a estacionamento, barulho, infiltrações e animais de estimação, nesta ordem.

Segundo o vice-presidente de Condomínios do Sindicato da Habitação e Condomínios (Secovi-PR), Dirceu Jarenko, quem mora em condomínio deve conhecer a convenção e regulamento interno do condomínio – dispositivos que regem o dia a dia  – e o síndico também não deve deixar que se criem exceções à regra, pois ai é que os problemas aparecem. “O síndico deve sempre ter imparcialidade na resolução dos conflitos e bom senso na hora de apurar o que está gerando o problema”, afirma.

Estacionamento

Estar atendo ao que diz o regulamento interno, principalmente, com relação aos veículos estranhos, de visitantes e não cadastrados. Geralmente, o condomínio tem espaço para um carro por apartamento.

Barulho

Neste caso o síndico deve apurar os fatos para verificar a veracidade, pois pode-se estar envolvido um problema pessoal entre moradores. Caso comprovado o abuso, o síndico deve realizar a notificação.

Infiltrações

Da mesma forma que o item anterior, após apurar o problema é de extrema importância. “Deve observar de onde vem a infiltração, se é do sistema comum do prédio ou de algum vizinho e direcionar as providências ou orientações ao condômino responsável pela unidade”, ensina.

Animais de estimação

Os maiores problemas são causados pelo descumprimento de normas, como, por exemplo, a adotada em alguns condomínios de que se deve levar o pet no colo nas áreas comuns. “Então a observação das regras evita problemas, por isso é desaconselhável ter um animal muito grande”, enfatiza o especialista.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.