Selos dos Correios homenageiam os 200 anos da chegada ao Brasil da missão artística francesa

Os Correios lançaram no sábado (26) emissão comemorativa da Série Relações Diplomáticas, que celebra o bicentenário da chegada da missão artística francesa ao Brasil. Decorrentes de uma parceria entre os Correios e a Embaixada da França, os selos retratam o grupo de artistas que aportou no Rio de Janeiro, em 1816, a convite de D. João VI. O fato histórico assinalou uma mudança no panorama das belas-artes no País, introduzindo o sistema de ensino superior acadêmico e fortalecendo o neoclassicismo, que se iniciava.

Sobre os selos

A emissão postal é composta por quatro selos, que apresentam, cada um, o retrato de um artista conhecido como um dos pilares da missão artística: Joachim Lebreton, líder; Grandjean de Montigny, arquiteto; Nicolas-Antoine Taunay, pintor de paisagens, e Jean Baptiste Debret, pintor histórico. As cores das bandeiras dos dois países aparecem em alegorias nas artes, destacando as relações diplomáticas entre as nações.

A imagem dos selos foi criada pela artista Dalila Santos, professora e coordenadora de curso de artes da Escola de Belas Artes da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), um dos frutos da missão artística. A técnica escolhida para a arte dos selos foi a aguada de nanquim para os retratos e a aquarela para as cenas ao lado dos homenageados. A tiragem é de 480 mil selos, ao valor de R$ 3,55 cada, que podem ser adquiridos nas agências dos Correios, na loja virtual (www.correios.com.br/correiosonline) e na Central de Vendas a Distância (centralvendas@correios.com.br). <prascomimprensa@correios.com

06f7d3e0-e585-4325-b5d3-18aaaba93d63

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.