Após Ouro no Multinations, Arthur Cury disputa o Maria Lenk

Divulgação

Com apenas 15 anos, atleta da Academia Gustavo Borges desponta como uma das grandes promessas brasileiras da natação

Um novo talento da natação brasileira vem chamando a atenção nas piscinas internacionais. Com apenas 15 anos de idade, o curitibano Arthur Cury, atleta da Academia Gustavo Borges, acaba de conquistar duas medalhas de ouro no Torneio Multinations, em Limassol, no Chipre, importante prêmio de natação da atualidade. Cury conquistou dois dos cinco ouros obtidos pelo Brasil na competição e se consolida como um dos atletas de sua faixa etária de maior destaque.

Arthur, que além destes dois Ouros no Multinations também já traz no currículo a prata nos 200 metros livres e o Bronze nos 100 metros livres do Troféu Maurício Bekenn, o Campeonato Brasileiro Infantil de Natação, em 2013, entre diversos outros campeonatos internacionais, agora se prepara para um novo desafio.  O atleta vai disputar o Troféu Maria Lenk, um dos primeiros a serem realizados no novo Estádio Aquático Olímpico do Rio de Janeiro.

Neste campeonato, o atleta da Academia Gustavo Borges testará suas habilidades entre importantes nomes do esporte nacional, como João de Lucca e Nicolas Oliveira. Na próxima sexta-feira (15/04), ele já desembarca no Rio para conhecer a nova piscina olímpica, que foi aberta semana passada.

Talento precoce

Arthur começou a nadar bem cedo, aos cinco anos. Incentivado pelos pais, que perceberam sua aptidão por esportes, passou a praticar judô, futebol, atletismo e até xadrez. Mas seu nome, idêntico ao do herói dos quadrinhos Aquaman, e sua paixão pela água não negavam que o seu destino era mesmo a piscina. Dez anos depois, o menino voltou para a natação e se entregou de vez a sua modalidade predileta. “A professora, já no início, nos falava que ele era o aluno que melhor nadava”, conta o pai, Rodrigo Cury.

Ederley Scremin, técnico da equipe de natação da Academia Gustavo Borges em Curitiba, acompanha o jovem há cinco anos e sempre viu potencial nele. “Já aos 11, ele se destacava em competições Estaduais e Sul Brasileiros, e, como é muito técnico, percebi que estava treinando um atleta de grande potencial esportivo”, conta.

Aos 13, o jovem conquistou medalhas de prata e bronze no Campeonato Brasileiro Infantil de Natação e hoje já possui prêmios internacionais.  Com vários trunfos obtidos em pouco tempo, Cury é motivo de orgulho não só para o Paraná, mas também para o Brasil. E não é para menos. “Ele é um atleta muito determinado e focado. Sabe da importância de treinar bem para competir bem”, ressalta o treinador.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.