Escola pública de Curitiba vai disputar mundial de robótica nos EUA

A dedicação aos estudos leva aos Estados Unidos um grupo de alunos da Escola Municipal Durival de Britto e Silva, de Curitiba. Os “Conectados” venceu uma série de torneios de robótica e vai representar o Brasil na etapa mundial do First Lego League (FLL), dias 29 e 30 de abril, uma disputa entre 100 equipes.

O projeto tem apoio da Rumo ALL, a maior concessionária de ferrovias do país, que vem estimulando a equipe em sua trajetória. Os jovens pesquisaram, montaram um robô que cumpre tarefas como carregar lixo até o local de um aterro e desenvolveram sistema de coleta e reciclagem de chiclete. As duas linhas seguem o tema deste ano, que são os “caminhos do lixo”.

O chiclete coletado na escola e aproveitado na produção de peças para montar, chaveiros, ímã de geladeira. O material passar agora a ser aproveitando na produção de miniaturas de trens.

O “passaporte” para o mundial foram as vitórias alcançadas no torneio que ocorreu em Brasília em 19 e 20 de março. Os Conectados voltaram para Curitiba vitoriosos. Além do prêmio “Gracious Profissionalism”, por terem incorporado o espírito amigável do campeonato, alcançaram a melhor soma de pontos nos trabalhos de robótica e reciclagem. Além disso a diretora da escola foi a melhor entre os técnicos.

“Colocamos em prática nossos conhecimentos em robótica, meio ambiente e desenvolvimento de projetos de educação. Essa experiência me surpreende e o desempenho dos alunos é gratificante”, disse a diretora. A comunidade manifesta orgulho dos estudantes. Faixas nesse sentido estão sendo estendidas na frente da instituição, localizada no Cajuru, ao lado da sede da Rumo.

Os Conectados foram escolhidos entre as 77 melhores equipes de robótica do Brasil, num torneio que mobilizou 700 estudantes de escolas públicas e particulares em Brasília. Agora estarão entre 100 equipes de todo o mundo, ou cerca de 1,2 mil competidores.

Em Brasília, havia sete equipes de escolas públicas, duas delas de Curitiba. Além da Durival Britto, a Escola Municipal Prefeito Omar Sabbag disputou o torneio com a equipe Cyber Rex, que venceu um desafio relâmpago sobre combate ao mosquito Aedes Aegypti.

Nas competições regionais no Brasil, participaram mais de 4 mil estudantes entre 9 e 16 anos. A escola Durival Britto foi uma das três escolhidas entre 500 instituições de nove estados. No exterior, além dos Estados Unidos, a competição envolve alunos de países como Austrália, Espanha e Filipinas.

Os robôs montados pelos alunos executam missões como carregar lixo para pontos marcados como aterros. Além do trabalho prático, os grupos tiveram de apresentar pesquisas teóricas. Valia pontos também o design de robô e respeito a valores como trabalho em equipe, respeito e integração.

 

Sobre a Rumo
A concessionária tem 12 mil quilômetros de malha ferroviária, 966 locomotivas, 28 mil vagões e quase 12 mil funcionários diretos e indiretos. Sua capacidade de elevação no Porto de Santos e no Porto de Paranaguá é de 29 milhões de toneladas ao ano.

 

Sobre a Rumo
A concessionária tem 12 mil quilômetros de malha ferroviária, 966 locomotivas, 28 mil vagões e quase 12 mil funcionários diretos e indiretos. Sua capacidade de elevação no Porto de Santos e no Porto de Paranaguá é de 29 milhões de toneladas ao ano.  <jose.rocher@louresconsultoria.com.br>

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.