Estudo inédito compara pela primeira vez dois medicamentos biológicos para artrite reumatoide moderada a grave

O tratamento da Artrite Reumatoide (AR) ganhou novos capítulos em 2016. A UCB Biopharma, empresa farmacêutica de origem belga, anunciou o resultado do estudo Exxelerate, primeiro de comparação direta (Head-to-Head) entre dois medicamentos biológicos para o tratamento de pacientes com a doença Artrite Reumatoide moderada a grave, que não foram tratados anteriormente com biológicos.

A terapia biológica é considerada hoje uma das principais formas de romper a cadeia inflamatória da AR, doença inflamatória crônica que ataca principalmente as articulações do corpo, podendo acometer também os órgãos.

Os dois medicamentos testados, Cimzia® (certolizumabe pegol- UCB) e Humira® (adalimumabe-Abbot), fazem parte da classe de tratamento anti-TNF, indicado para redução de sinais e sintomas em pacientes adultos. Anti-TNF é uma molécula inibidora dos receptores da proteína TNF, que são responsáveis por ampliar a inflamação provocada pela doença.

Com duração de 24 meses, o estudo Exxelerate foi desenhado para avaliar a eficácia e segurança do medicamento certolizumabe pegol (CZP) em curto e longo prazos, em comparação ao adalimumabe (ADA), ambos associados ao metotrexato (MTX) em pacientes adultos com artrite reumatoide (AR) moderada a grave que apresentaram resposta inadequada ao MTX.  Os resultados entre Cimzia® e Humira® foram numericamente comparáveis, demonstrando que o percentual de pacientes que atingiu resposta ACR20 (isto é, melhora de 20% nas contagens de articulações dolorosas ou edemaciadas) aos três meses foi 69,2% versus 71,4%, respectivamente, e o percentual de pacientes que atinge estado de baixa atividade de doença (LDA) em dois anos foi 35,5% versus 33,5%, respectivamente.

A pesquisa demonstrou que a segurança em dois anos, incluindo eventos adversos sérios e infecções sérias, foi comparável entre ambos os medicamentos. Pela primeira vez desde que os medicamentos biológicos estão no mercado brasileiro, um tratamento pôde ser trocado rapidamente por outro sem um período de wash-out (tempo para eliminar do organismo a substância da terapia anterior). Pacientes não respondedores ao tratamento inicial aos três meses mudaram imediatamente para outro medicamento (pacientes transferidos do Humira® para o Cimzia® receberam a dose de indução do Cimzia®).

“Este estudo fornece não somente uma avaliação da eficácia e segurança entre dois medicamentos anti-TNF, como também pode auxiliar no avanço da nossa compreensão de possíveis indicadores de resposta a cada medicamento. É ainda o primeiro estudo prospectivo que investiga a longo prazo a troca imediata para um segundo medicamento”, afirmou o Professor Dr. Josef S. Smolen, referência internacional em Artrite Reumatoide e docente da Universidade de Medicina de Viena, Áustria.

A AR pode levar ao inchaço e endurecimento das juntas, comprometendo as atividades profissionais cotidianas dos pacientes. Atualmente, cerca de 1% da população brasileira é diagnosticada com a afecção – número que chega a 2 milhões de pessoas.

O diagnóstico precoce e o início imediato do tratamento são imprescindíveis para garantir o controle da doença e evitar essas lesões articulares que podem levar até mesmo à incapacidade funcional.  ” O Exxelerate fornece importantes informações que ajudarão nas estratégias de tratamento de pacientes, particularmente no que se refere à substituição de uma medicação por outra. A partir deste estudo, pacientes podem ter uma expectativa clara da sua jornada de tratamento, desde o início da terapia e, conjuntamente com seu médico, tomar decisão quanto à opção terapêutica mais precocemente, melhorando a qualidade de vida diária”, afirma a Dra. Arcangela Valle, diretora médica da UCB no Brasil.

“O valor que Cimzia® pode trazer aos pacientes como uma opção de terapia biológica de primeira linha é fortemente confirmado por todos os resultados de eficácia e segurança, incluindo a observação de que mais que a metade dos pacientes que inicialmente responderam a Cimzia® foram capazes de atingir baixa atividade de doença e mais do que um em três pacientes atingiu um nível de controle de doença que fornece um estado de baixa atividade de doença mantido durante todo o 2º ano de tratamento” completou Emmanuel Caeymaex, Head de Imunologia e Vice-presidente Executivo da UCB.

 

Sobre o Exxelerate

O Exxelerate (NCT01500278) foi um estudo de fase 4, de 24 meses (104 semanas), randomizado, simples-cego, de grupos paralelos e com objetivo de avaliar superioridade. O estudo foi desenhado para avaliar a eficácia do certolizumabe pegol (CZP) em curto e longo prazos, em comparação ao adalimumabe (ADA), ambos em combinação com metotrexato (MTX), no tratamento de pacientes que apresentam AR moderada a grave com resposta inadequada ao MTX.

 

Sobre o CIMZIA®

CIMZIA® é um medicamento biológico injetável, da classe de tratamento anti-TNF, atualmente indicado para o tratamento de Artrite Reumatoide e Doença de Crohn. CIMZIA® atua na redução de sinais e sintomas dessas doenças e na inibição da progressão de danos articulares estruturais em adultos com Artrite Reumatoide ativa de moderada a grave.

 

Sobre a UCB

A UCB, cuja a sede se localiza em Bruxelas, Bélgica (www.ucb.com) é uma empresa biofarmacêutica global concentrada na descoberta e desenvolvimento de medicamentos inovadores e soluções para transformar as vidas das pessoas que convivem com doenças graves do sistema imune ou do sistema nervoso central. Com mais de 8500 pessoas em aproximadamente 40 países, a empresa gerou receita de € 3,3 bilhões em 2014. A UCB está listada na Euronext Bruxelas (símbolo: UCB). Siga-nos no Twitter: @UCB_news  <Paula.Patari@bm.com>

1 Comentário

  1. Eu sou portadora de Atrite Reumatoide , e faço tratamento em Porto Alegre, pois na minha cidade não tem especialista, minha médica e a Dr. Inês Guimarães da Puc , ni momento estou fazendo tratamento com a Enbrel que me fez muito bem, e junto com ela tomo corticoide tambem , estou me sentindo muito bem, graças a Deus!

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.