Lentes de contato coloridas podem prejudicar a visão

O uso incorreto das lentes causa desde intolerância até perfuração na córnea

As mulheres estão sempre em busca de novidades para o visual. As lentes de contato coloridas são muitas vezes um recurso para realçar a estética do olhar. Porém o oftalmologista e diretor da Clínica Canto, Marco Canto, ressalta que as lentes coloridas devem ser usadas com cautela. “Assim como a maquiagem, as lentes podem ser usadas eventualmente. Por ser uma prótese que entra em contato direto com a córnea, a lente de contato colorida precisa de indicação e acompanhamento médico. Caso não seja bem adaptada, ou o paciente não siga as orientações de uso, pode causar uma erosão na córnea, tornando-se porta de entrada de bactérias”, enfatiza.

A Dra. Ana Paula Canto, oftalmologista da Clínica Canto, ressalta que é necessário ficar atento à higienização e às trocas das lentes. “Quando não se faz a higienização ou as trocas adequadamente das lentes pode ocorrer intolerância, sensação de olho seco, alergias, ceratite, conjuntivite e úlcera corneana nos olhos. E em casos mais graves, pode causar perfuração, sendo necessário um transplante de córnea”, alerta a médica.

A limpeza das lentes de contato deve ser sempre feita com produtos adequados, antes e depois do uso. “É importante lembrar que nunca se deve utilizar água ou saliva para a limpeza das lentes de contato”, salienta Dra. Ana Paula Canto.  “E antes do manuseio das lentes é importante sempre lavar as mãos e secar com toalhas que não soltem fiapos, além de manter as unhas sempre aparadas e limpas”, acrescenta. As lentes de contato coloridas devem ser guardadas em estojos próprios e submersas no produto de limpeza, que deve ser trocado diariamente. “O estojo deve ser limpo, pelo menos, uma vez por semana com água e enxaguado a parte interna com produto específico para a higiene da lente, além de ser trocado a cada três meses”, esclarece Dra. Ana Paula.

Segundo o Dr. Marco Canto as lentes de contato coloridas têm um tempo de uso determinado, por isso, elas devem ser removidas no período diário de oito a 14 horas, aproximadamente. “Sempre recomendamos que o paciente não durma com as lentes de contato, pois isso pode aumentar em até dez vezes as chances de infecções oculares. A pigmentação da lente diminui a oxigenação da córnea.”

Alguns pacientes podem desenvolver alergia ao material da lente de contato. “Para resolver este problema,  às vezes é necessário que o paciente não use o acessório por um período ou mesmo que o material seja substituído”, afirma Dra. Ana Paula. O importante é sempre procurar um oftalmologista para que ele faça a adaptação correta das lentes de contato coloridas. “Os usuários devem consultar o oftalmologista no mínimo a cada seis meses e em caso de dor ocular, olhos vermelhos e intolerância às lentes, seu uso deve ser imediatamente suspenso e deve-se procurar um médico”, orienta Dra. Ana Paula Canto.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.