Música medieval no Hospital Pequeno Príncipe

O grupo musical Trovadores realiza, no dia 11 de abril, uma apresentação de música medieval no Hospital Pequeno Príncipe. Resultado de mais de dez anos de pesquisa de Carlos Ramos, professor da Escola de Música e Belas Artes do Paraná, o grupo alia fundamentação histórica à musicalidade, realizando, desde 2011, espetáculos musicais voltados a crianças.

O repertório musical a ser apresentado conta com diversidade de temas lúdicos comuns à cultura popular medieval. De canções sobre a chegada da Primavera a duelos contra dragões, as canções foram adaptadas à língua portuguesa e resultam num concerto rico em vivência para os espectadores. Uma viagem pelo tempo, traduzida também pelo figurino, desenvolvido por Fabianna Pescara e Renata Skrobot, e pelos instrumentos de época, como a gaita de foles, a harpa e tromba marina. O grupo é formado por Carlos Ramos (direção musical, voz, flautas, cavaquinho, charamelas e gaita de foles), Aruana Moscheta (rabeca), Noélle Bonacin (violoncelo, tromba marina), Felipe Ayres (harpa, percussões) e Marcelo Brum- Lemos (voz, cavaco-banjo, dulcimer e alfaia).

A ação faz parte do projeto Concertos Gols Pela Vida, realizado pela CGC-CSA Consultoria e Assessoria e viabilizado pela Lei Rouanet, que promove o encontro de diferentes públicos com a música instrumental e clássica. Ao longo de 2016, o projeto irá realizar 18 apresentações musicais no interior do hospital e de instituições parceiras, além de dois grandes concertos da Orquestra Sinfonia Brasil, um em Curitiba e outro em São Paulo.

Ao todo serão 12 grupos paranaenses com sonoridades diversas apresentando-se para crianças, adolescentes, familiares e colaboradores do Hospital Pequeno Príncipe. Para encerrar o projeto, dois grandes concertos da Orquestra Sinfonia Brasil, regida pelo maestro Norton Morozowicz. Um em Curitiba, no Teatro Guaíra, e outro em São Paulo, no Theatro São Pedro. Ambas apresentações terão renda revertida ao Hospital Pequeno Príncipe. Projetos como esse contribuem para a democratização do acesso à arte e à cultura e a importância da iniciativa está em garantir às crianças e adolescentes o direito a observar mundo com alegria e disposição, em um momento delicado como o da hospitalização.

Sobre o Hospital Pequeno Príncipe

Beneficiário do projeto Concertos Gols Pela Vida, o Pequeno Príncipe é o maior hospital de alta e média complexidade exclusivamente pediátrico do Brasil. Destina 70% de sua capacidade de atendimento a crianças e adolescentes provenientes do Sistema Único de Saúde (SUS). A instituição tem 370 leitos, sendo 60 nas quatro UTIs, oito salas cirúrgicas, cerca de 2 mil colaboradores. Por ano, realiza em média 311 mil atendimentos ambulatoriais, 20 mil cirurgias e mais de 23 mil internações. Com cuidado humanizado e integral, garante condições para que 13 mil familiares acompanhem pacientes atendidos via SUS durante a internação.

Sobre o Projeto Concertos Gols Pela Vida via Lei Rouanet

Realizado com recursos obtidos por meio da Lei Rouanet e aprovado no Ministério da Cultura, o projeto Concertos Gols Pela Vida tem como proponente a CGC-CSA Consultoria e Assessoria, e coordenação de Ety Cristina Forte Carneiro. Os patrocinadores são as empresas Grupo Lonza/Arch Química, DHL, Peróxidos do Brasil, Castellar Engenharia, Bauminas, Dacar Química, Gonvarri, Fitaper, Grupo Veper, Eletrofrio, Sideral Air Cargo, Electra Energy, Grupo Omni, Metisa, Distribuidora Nova Geração, Stand By Rent a Car, Buhler, Isogama. <isadora.hofstaetter@hpp.org.br>

1b6fdaef-50cd-4e43-a1d2-19cea7da7d5a

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.