Diretor da Quanta Diagnóstico e Terapia lança livro sobre PET/CT

O médico nuclear Juliano Cerci é editor da obra que analisa a biópsia guiada pelo exame

O diretor do Serviço de PET-CT da Quanta Diagnóstico e Terapia, Juliano Cerci, acaba de lançar um livro sobre a aplicação do exame PET/CT e biópsia guiada por PET/CT em pacientes oncológicos. Ele é o editor principal da obra, intitulada Oncological PET/CT with Histological Confirmation (sem tradução em português), que contou com a participação de médicos de diversos países e mais dois editores, a Dra Dominique Dalbeke (EUA) e o Dr Stefano Fanti (Itália), todos médicos nucleares reconhecidos internacionalmente. “O livro analisa o novo e importante campo da biópsia guiada por PET/CT, exame com extrema importância para o diagnóstico de várias tipos de câncer e no qual a Quanta Diagnóstico e Terapia foi a pioneira no Brasil em sua aplicação”, conta o Cerci.

A obra apresenta artigos médicos apresentando e investigando o papel do PET/CT no diagnóstico de diversos tumores malignos, por meio de apresentações ilustradas de casos em todo o mundo. “Também são mostrados e discutidos casos positivos e falsos positivos e como o PET/CT auxilia na investigação da doença”, complementa o médico.

Disponível somente em inglês, o livro Oncological PET/CT with Histological Confirmation foi publicado pela Editora Springer e pode ser comprado no site www.springer.com.

 

Sobre a Quanta Diagnóstico e Terapia
Fundada em 2003, a Quanta Diagnóstico e Terapia está localizada na cidade de Curitiba e oferece exames de cintilografia, tomografia computadorizada com 128 cortes, angiotomografias coronariana e vascular, escore de cálcio, PET-CT, biópsias e tratamentos para câncer de tireoide e dor óssea no câncer.

A Quanta Diagnóstico e Terapia conta com um núcleo de pesquisas, participa do programa Curitiba Tecnoparque, que apoia iniciativas inovadoras de empresas locais e, desde 2007 coopera com a Agência Internacional de Energia Atômica da ONU. Mais informações no site www.quantadiagnostico.com.br.

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.