Adrianópolis recebe projeto de universidade para ações de infraestrutura

O município paranaense de Adrianópolis recebeu, na última semana, projetos desenvolvidos por alunos dos cursos de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo e Análise e Desenvolvimento de Sistemas da Universidade Positivo (UP). As ações apontam para melhorias em áreas como saneamento, habitação, mobilidade e saúde.

A apresentação dos trabalhos, que contou com a presença do prefeito de Adrianópolis, João Manoel Pampanini e da comitiva da prefeitura, faz parte do projeto criado pelo Laboratório de Cidades da Escola de Comunicação e Negócios da Universidade Positivo, em 2014. A iniciativa tem a finalidade de estimular o desenvolvimento da cidade de Adrianópolis, que apresenta um dos menores Índices de Desenvolvimento Humano (IDH) do estado.

Para o diretor da Escola de Comunicação e Negócios da UP, Rogério Mainardes, a entrega consolida o projeto desenvolvido na cidade. “Estamos tirando o conhecimento da sala de aula para aplicar nas necessidades de Adrianópolis”, afirma. Segundo Mainardes, o município vai identificar onde será possível colaborar e a UP irá ajudar a materializar todo o processo. “Queremos levar esse bom exemplo. O trabalho dos alunos que saem da sala de aula e vira algo concreto e efetivo cria um diferencial no mercado para nossos alunos”, garante.

A busca dos recursos para a consolidação das ideias depende do orçamento do munícipio, que irá adequar com a realidade financeira, por isso, essa fase abre nova etapa na parceria. “A UP se compromete em manter o acordo e ajudar a alavancar os recursos para direcioná-los às necessidades da cidade”, finaliza Mainardes.

Segundo o prefeito de Adrianópolis, João Manoel Pampanini, os projetos vão auxiliar no planejamento em longo prazo do município. “A entrega acontece num momento importante da cidade, com a chegada de uma grande empresa do setor de cimento”, explica. Para o prefeito, os projetos vão ajudar a planejar o futuro da cidade. “É um total planejamento, em todas as áreas, e com o apoio que estamos tendo vamos construir e fazer as coisas já com o pensamento no crescimento. A parceria tem ajudado muito a nossa administração e pode ajudar as outras administrações também”, completa.

Para o estudante Marcos Roberto dos Santos, que está concluindo o curso de Sistemas da Informação na UP, o projeto abriu a chance de captar mais experiências práticas. “Foi uma experiência única. Pela primeira vez, tivemos a chance de ir lá e conhecer a realidade da comunidade, junto com os professores. Demos um passo a mais para sair da faculdade com um pouco mais de experiência”, afirma.

A equipe do estudante analisou o funcionamento da área de saúde do município e reuniu as informações sobre as atividades do dia a dia do setor em um sistema de dados. Com base nesse sistema, a equipe de saúde de Adrianópolis poderá identificar com mais detalhamento as áreas, por exemplo, que necessitam de mais intervenção e de recursos que podem ser solicitados junto às instâncias governamentais do Estado e Federal.

 

Sobre o Projeto Adrianópolis

Em dezembro de 2014, um Acordo de Cooperação para Ensino e Pesquisa que prevê a realização de inúmeras iniciativas com o propósito de melhorar a realidade de Adrianópolis foi assinado pelo reitor da Universidade Positivo, José Pio Martins; o diretor-geral da Escola de Comunicação e Negócios da UP, Rogério Mainardes; e o prefeito de Adrianópolis, João Manuel Pampanini. O projeto é uma extensão do Núcleo de Estudos e Laboratório de Cidades da Escola de Comunicação e Negócios da UP, que faz de Adrianópolis seu primeiro estudo de caso. Dessa forma, os alunos dos 54 cursos da instituição podem desenvolver projetos dentro de sua área de ensino para promover o desenvolvimento econômico, social e ambiental do município.

Sobre a Universidade Positivo

A Universidade Positivo (UP) concentra, na Educação Superior, a experiência educacional de mais de quatro décadas do Grupo Positivo. A instituição teve origem em 1988 com as Faculdades Positivo, que, dez anos depois, foram transformadas no Centro Universitário Positivo (UnicenP). Em 2008, foi autorizada pelo Ministério da Educação a ser transformada em Universidade. Atualmente, oferece 54 cursos de Graduação (30 cursos de Bacharelado e Licenciatura e 24 Cursos Superiores de Tecnologia), três programas de Doutorado, quatro programas de Mestrado, centenas de programas de Especialização e MBA e dezenas de programas de Extensão. Em Curitiba, a UP conta com três campus: Ecoville, que ocupa uma área de 424,8 mil metros quadrados, Praça Osório, no centro da cidade, e Mercês – Catarina Labouré, este último dedicado ao curso de Enfermagem. Lançou, em 2013, seu programa de Educação à Distância, com dezenas de polos em todo o país. Segundo as avaliações do Ministério da Educação, é considerada uma das melhores universidades privadas do Brasil.

imagem_release_654882
Rogério Mainardes, diretor da Escola de Comunicação e Negócios da Universidade Positivo

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.