Colégio Medianeira apresenta Oficina de Violino

Além do ensinamento do instrumento, o objetivo da instituição é aumentar o leque educacional para os alunos

Para ampliar a capacidade de concentração, desenvolver sensibilidade e criatividade, o Colégio Medianeira inicia a Oficina de Violino para seus alunos. A importância da inclusão da música no ensino da sala de aula já foi reconhecida em 2008, com a sanção da Lei Nº 11.769, que torna obrigatório o ensino da música na educação básica. Seguindo essa premissa, o objetivo da instituição é criar alternativas além dos instrumentos mais populares, sempre pensando no desenvolvimento educacional.

Para o professor da oficina, Sérgio Betini, a dedicação a um instrumento musical amplia as noções de conhecimento. “A prática leva o aluno a sair do lugar comum. A música desenvolve o equilíbrio e o ritmo, ajuda a entender questões como a proporção matemática, por exemplo”, avalia.

O professor lembra que o projeto não visa apenas o aprendizado da técnica, mas sim uma educação musical como um todo. “Os alunos aprendem a ler partitura, se dedicam aos estudos e execução de peças importantes de vários estilos musicais”, conta. Entre as atividades propostas está a visita a uma orquestra, para colocar a turma em contato direto com músicos profissionais. “Com a oficina, os estudantes se tornam capacitados não apenas para a prática individual, como também para participar de uma orquestra”, lembra Betini.

Na visão do educador, é preciso que a música faça parte do dia a dia do estudante, levando a melodia da instituição para dentro de casa. “Antigamente a cantiga estava inserida no cotidiano da criança. Hoje em dia, isso diminui um pouco. E esse contato com a música é fundamental para o estudo do violino”, conclui.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.