Evento em Curitiba apresenta nova perspectiva no combate a tumores neuroendócrinos gastrointestinal e pulmonar avançados

O tumor neuroendócrino é um tipo de câncer raro que se origina em células neuroendócrinas encontradas por todo o corpo e são detectadas frequentemente no trato gastrointestinal, pulmões ou pâncreas. Esse tipo de tumor pode ser funcional, que produz sintomas causados pela secreção de hormônios e outras substâncias ou não funcional, que pode produzir sintomas causados pelo crescimento do tumor, tais como obstrução intestinal, dor e sangramento1,2,3,4.

Esses tipos de tumores são raros. Por se tratar de uma doença de curso indolente, a grande maioria é diagnosticada tardiamente. No momento do diagnóstico, 5%-44% dos pacientes com tumor neuroendócrino gastrointestinal e 28% dos pacientes com tumor neuroendócrino originado no pulmão estão em estágio avançado da doença, minimizando as chances de cura4.

Novos dados do estudo fase III, RADIANT-4, demonstram avanços como a redução de 52% no risco de progressão da doença em pacientes com tumores neuroendócrinos gastrointestinais e pulmonares avançados, progressivos e não funcionais, tradados com comprimidos de Afinitor® (everolimo), um inibidor de via mTOR, quando comparado com o braço tratado com placebo. RADIANT-4 é o maior programa de avaliação clínico em pacientes com tumor neuroendócrino avançado e demonstrou, ainda, redução do tumor em 64% dos pacientes tratados com Afinitor®, contra 26% naqueles que receberam placebo5.

Para debater sobre as novidades do RADIANT-4, sintomas, diagnóstico e tratamento, especialistas se reúnem em um evento que acontecerá no Hotel Radisson (Avenida Sete de Setembro, 5190), em Curitiba no dia 17 de Maio, às 20h. O evento contará com o Dr. Maurício Peressoni, oncologista do Centro de Pesquisas Oncológicas (Cepon), que também estará à disposição para entrevistas. O evento é exclusivo para profissionais de saúde.

 

Serviço:

Evento: Connect Road Show: Conectando especialistas em Tumor Neuroendócrino

Data: 17 de Maio

Horário: Das 20h às 22h

Palestrante: Maurício Peressoni, oncologista do Centro de Pesquisas Oncológicas (Cepon)

 

Sobre RADIANT-45

RADIANT-4 (RAD001 em tumores neuroendócrinos avançados) é um estudo Fase III prospectivo, duplo-cego, randomizado, placebo-controlado e multicêntrico. O estudo clínico analisou a eficácia e segurança do everolimo vs do placebo com melhores cuidados de suporte em 302 pacientes com tumores neuroendócrinos gastrointestinais e pulmonares avançados, progressivos e não funcionantes. Todos os pacientes receberam o melhor cuidado de suporte durante o tratamento, que excluiu os agentes antitumorais como análogos de somatostatina. Os pacientes eram obrigados a cessarem o tratamento com análogos de somatostatina durante quatro semanas antes da participação no estudo. O everolimo demostrou uma eficácia semelhante, independentemente se o paciente teve terapia prévia de análogos de somatostatina ou não. Os pacientes não tinham história ou sintomas ativos da síndrome carcinoide e tinham documentado a progressão da doença nos seis meses anteriores. Os pacientes foram randomizados 2:1 para receber diariamente 10 mg via oral de everolimo ou de placebo1.

O principal desfecho primário do RADIANT-4 foi sobrevida livre de progressão pela revisão central de radiologia. O desfecho secundário incluía segurança, sobrevida global, melhor taxa de resposta global (definido como resposta completa mais resposta parcial) e taxa de controle de doenças1.

O perfil de segurança do everolimo foi consistente com o que tem sido observado em estudos anteriores desta droga. Os eventos adversos mais comuns relacionados ao tratamento incluíram estomatite, diarreia, edema periférico, fadiga e irritação. No momento da data de corte de análise de dados, as principais razões para a interrupção do tratamento foram a progressão da doença (37% no braço de everolimo vs 72% no braço do placebo) e eventos adversos (29% no braço de everolimo vs 7% no braço do placebo).

 

Sobre o Afinitor

Afinitor®, por sua eficácia comprovada, é o único medicamento autorizado para tratamento dos três principais tipos de tumores neuroendócrinos. As pesquisas com o medicamento e os anos de uso no mercado revelam um perfil de segurança tolerável. É administrado por via oral, inibindo a proliferação celular, o crescimento tumoral; atuando, ainda, na redução da vascularização e metabolismo do tumor6.

 

Sobre a Novartis (www.novartis.com.br)

A Novartis oferece soluções inovadoras de cuidados com a saúde que atendam às necessidades dos pacientes e da população. Com sede em Basileia, na Suíça, a Novartis oferece um portfólio diversificado para melhor atender essas necessidades: medicamentos inovadores, cuidados com os olhos e medicamentos genéricos. A Novartis é a única empresa global com posição de liderança nessas áreas. Em 2014, as operações do Grupo atingiram vendas líquidas de US$ 58 bilhões, enquanto cerca de US$ 9,9 bilhões foram investidos em pesquisa e desenvolvimento (US$ 9,6 bilhões excluindo encargos de depreciação e amortização). Desde 31 de dezembro de 2014, as empresas do Grupo Novartis contam com cerca de 133 mil colaboradores e os seus produtos estão disponíveis em mais de 180 países ao redor do mundo. Para mais informações, acesse www.novartis.com.br

 

Referência

  1. American Cancer Society. Gastrointestinal Carcinoid Tumors. Available at

http://www.cancer.org/acs/groups/cid/documents/webcontent/003102-pdf.pdf. Accessed September

2015.

  1. American Cancer Society. Lung Carcinoid Tumors. Available at

http://www.cancer.org/acs/groups/cid/documents/webcontent/003117-pdf.pdf. Accessed September

2015.

  1. Halfdanarson T.R., et al. Pancreatic neuroendocrine tumors (PNETs): incidence, prognosis and recent

trend toward improved survival. Annals of Onc. 2008; 19: 1727-1733.

  1. Yao J, et al. One hundred years after “Carcinoid:” Epidemiology of and prognostic factors for

neuroendocrine tumors in 35,825 cases in the United States. J Clin Oncol. 2008; 26: 3063-72.

5.www.thelancet.com Published online December 15, 2015 http://dx.doi.org/10.1016/S0140-6736(15)00817-X

  1. Bula de Afinitor – Disponível na internet

(humberto.siqueira@s2publicom.com.br)

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.