Pessoas que sofrem de artrite psoríasica passam a contar com novo tratamento aprovado pela ANVISA

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) acaba de ampliar a indicação do ustequinumabe medicamento biológico da Janssen já aprovado no país, desde 2009, para o tratamento da psoríase -, tornando-se também uma nova opção no tratamento da artrite psoriásica.

O ustequinumabe é o primeiro e único medicamento biológico disponível no Brasil que inibe a atividade das interleucinas 12 e 23 (IL-12 e IL-23), quebrando o ciclo inflamatório da doença e aumentando a chance de manter melhorias significativas em sua evolução1.

A artrite psoriásica é uma doença autoimune crônica associada à psoríase cutânea caracterizada pela inflamação das articulações e pela formação de lesões e placas com escamas na pele. Estima-se que, no Brasil, cerca de 2% da população seja afetada pela psoríase e, deste total, aproximadamente 30% possam apresentar dor e inflamação das articulações culminando, em alguns casos, em incapacidade e grande impacto na qualidade de vida2,3.

A doença está associada também ao aumento do risco de doenças cardiovasculares, diabetes tipo 2, hiperlipidemia, hipertensão e mortalidade. E, entre os pacientes com psoríase, as prevalências de ansiedade e depressão são de 30% e 60%, respectivamente3.

O tratamento da artrite psoriásica varia de acordo com a forma e gravidade com que a doença se manifesta. Em geral, a primeira linha de tratamento é o uso de anti-inflamatórios e medicamentos não biológicos, além de cremes para a pele, que ajudam a melhorar os sintomas. Nos casos mais graves, ou quando o paciente não responde a essas medicações tradicionais, podem ser usados medicamentos biológicos que são capazes de reduzir os danos causados pela doença4,5.

“Por conta de seu mecanismo de ação diferenciado para combater a doença, o ustequinumabe representa uma nova opção de tratamento que demonstra segurança e eficácia para os pacientes que sofrem com a artrite psoriásica”, afirma o Dr. Percival Degrava Sampaio Barros, médico reumatologista do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HC-FMUSP).

Sobre a Janssen
Na Janssen nos dedicamos a estudar e solucionar algumas das mais importantes necessidades médicas não atendidas atualmente em oncologia, imunologia, neurociência, doenças infecciosas e vacinas, além de doenças cardiovasculares e metabólicas. Orientados pelo nosso compromisso com os pacientes, trazemos produtos, serviços e soluções inovadoras para pessoas em todo o mundo. Para saber mais, acesse: www.janssen.com/brasil.  (tcarvalho@jeffreygroup.com)

Referências

1. Kavanaugh A, Ritchlin C, Rahman P, Puig L, Gottlieb AB, Li S, Wang Y, Noonan L, Brodmerkel C, Song M, Mendelsohn AM, McInnes IB; PSUMMIT-1 and 2 Study Groups. Ustekinumab, an anti-IL-12/23 p40 monoclonal antibody, inhibits radiographic progression in patients with active psoriatic arthritis: results of an integrated analysis of radiographic data from the phase 3, multicentre, randomised, double-blind, placebo-controlled PSUMMIT-1 and PSUMMIT-2 trials.Ann Rheum Dis. 2014 Jun;73(6):1000-6.

2.  Sampaio-barros PD, Azevedo VF, Bonfiglioli R, Campos WR. Consenso Brasileiro de Espondiloartropatias : Espondilite Anquilosante e Artrite Psoriásica Diagnóstico e Tratamento – Primeira Revisão. Rev Bras Reum. 2007;47(4):233–42.

3. Duarte AA, Machado-pinto J, Oliveira M de FSP de, Follador I. Artrite psoriásica e comorbidades. Consenso Brasileiro de Psoríase 2012. 1st ed. Sociedade Brasileira de Dermatologia; 2012. p. 41–50.

4.Consenso Brasileiro de Psoríase 2012. Guias de Avaliação e Tratamento. Sociedade Brasileira de Psoríase,

5. Sueli Carneiro, Valderílio Feijó Azevedo, Rubens Bonfi glioli, Roberto Ranza, Célio Roberto Gonçalves, Mauro Keiserman, Eduardo de Souza Meirelles, Marcelo de Medeiros Pinheiro,
Antonio Carlos Ximenes, Wanderley Bernardo, Percival Degrava Sampaio-Barros. Recomendações sobre diagnóstico e tratamento da artrite psoriásica. Rev Bras Reumatol .
2 0 1 3 ; 5 3 ( 3 ) : 2 2 5 – 2 2 6

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.