Sociedade Brasileira de Reumatologia (SBR) faz alerta sobre sinais da artrite psoriásica

A partir desta segunda quinzena de maio, a Sociedade Brasileira de Reumatologia coloca no ar hotsite, para que a população possa se informar e participar da campanha “Baque Duplo” e responder ao questionário-teste sobre  artrite psoriásica, doença  de caráter autoimune, crônica que associa os sintomas da psoríase manifestados na pele (placas avermelhadas, que descamam e coçam), com o inchaço, rigidez e dor nas juntas, comuns na artrite.  A campanha de conscientização da SBR tem apoio da AbbVie.  O hot site da campanha “Baque Duplo” pode ser acessado pelo portal da SBR, emwww.reumatologia.org.br/baqueduplo 

“O diagnóstico precoce e o controle adequado da artrite psoriásica podem contribuir para a prevenção  do dano articular permanente e consequentemente da incapacidade física do paciente”, diz dr. Célio Roberto Gonçalves,  presidente da Comissão de Espondiloartrites da Sociedade Brasileira de Reumatologia (SBR).  “A artrite psoriásica demora, em média, cinco anos depois de manifestados os primeiros sintomas, para ser diagnosticada.  Mesmo um atraso de seis meses no diagnóstico e  início adequado de tratamento podem provocar um dano permanente nas articulações.  Por isso, incentivamos o público a visitar nosso site, para obter mais informações sobre a artrite psoriásica ”, completa Dr. Célio.

Mais sobre Artrite Psoriásica – Cerca de uma em cada três pessoas com psoríase pode desenvolver artrite psoriásica, uma doença crônica, de caráter autoimune, que se manifesta na pele e nas articulações. Os sintomas da artrite psoriásica incluem placas avermelhadas na pele, que coçam e descamam (comuns na psoríase), como também a dor, o inchaço e a rigidez nas articulações (típicos da artrite).  Juntos, estes sintomas podem fazem com que o paciente sinta um “baque duplo” em sua saúde e qualidade de vida – daí, o nome da campanha. A artrite psoriásica pode afetar qualquer pessoa indistintamente. Com o passar do tempo, aumenta o dano nas articulações, tornando-o permanente, se não diagnosticada precocemente e controlada adequadamente.

Tratamento e Diagnóstico –  O diagnóstico é feito com base em exames clínicos, laboratoriais e de imagem (raios-X e ressonância magnética).  É importante lembrar que o diagnóstico e o tratamento devem ser sempre feitos e acompanhados por um médico e, em geral, é necessária a participação do dermatologista e do reumatologista ao longo da jornada do paciente. O tratamento da artrite psoriásica varia de acordo com a forma como a doença se manifesta e pode incluir fisioterapia, medicamentos de uso tópico, anti-inflamatórios e, nos casos mais severos, drogas modificadoras da doença reumática (DMARDs) e cirurgia. A adoção de hábitos saudáveis, como não fumar, praticar exercícios físicos e tomar banhos de sol também são importantes para melhorar a qualidade de vida.  Por causa das mudanças que a artrite psoriásica impõe ao paciente, também pode ser necessário procurar apoio psicológico.  “A artrite psoriásica pode representar um grande impacto na vida dos pacientes, tornando as atividades rotineiras difíceis de serem executadas, enquanto que os sinais na pele podem provocar problemas sociais e psicológicos”, completa  Dr. Célio.

Para mais informações e teste online, acesse www.reumatologia.org.br/baqueduplo

Sobre a Sociedade Brasileira de Reumatologia (SBR)

Fundada em 1949, a Sociedade Brasileira de Reumatologia é uma entidade em fins lucrativos,  filiada à Associação Médica Brasileira (AMB), que conta hoje com mais de 1500 associados, 25 sociedades regionais filiadas e 24 assessorias e comissões científicas, que atuam nas várias expressões dessa especialidade médica. A SBR luta para promover a saúde da comunidade, contribuindo para a formulação de políticas públicas, bem como aprimorar os conhecimentos em reumatologia, estimulando os médicos-pesquisadores com prêmios, bolsas de estudo e financiamento de pesquisa. Outras informações: www.reumatologia.org.br

Sobre a AbbVie

A AbbVie é uma companhia biofarmacêutica global de pesquisa, formada em 2013, a partir da separação da Abbott Laboratories.  A missão da companhia é usar sua experiência, equipe dedicada e estratégia em inovação para desenvolver e comercializar terapias avançadas que atendam as necessidades de mais das mais complexas e sérias doenças do mundo. Junto com sua subsidiária Pharmacyclics, a AbbVie emprega mais de 28.000 pessoas em todo o mundo e comercializa medicamentos em mais de 170 países. Para mais informações, sobre a companhia, sua equipe, portfólio e compromissos, acesse www.abbvie.com, siga @abbvie no Twitter ou conheça as oportunidades de carreira em nossas paginas no Facebook ou LinkedIn. No Brasil, a AbbVie foi criada no início de 2014.

REFERÊNCIA 

[*] http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/25729032

<flavia@spmj.com.br>

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.