5 de junho, Dia Mundial do Meio Ambiente: Médico analisa os efeitos do aquecimento global na saúde humana

Quem reflete sobre o tema é Clovis Cechinel, médico do Frischmann Aisengart

As alterações climáticas decorrentes do superaquecimento do planeta têm efeito direto na sobrevivência da espécie humana, não somente pela destruição que enchentes, secas e furacões podem causar, mas também por estarem implicadas na diminuição do potencial da agricultura e da pesca, assim como pelos seus potenciais efeitos sobre a saúde do homem.

De acordo com Clovis Cechinel, médico do Laboratório Frischmann Aisengart, um dos efeitos das mudanças climáticas sobre a saúde humana é o aumento da disseminação de doenças tropicais, habitualmente transmitidas por insetos, assim como aumento da disseminação de outras doenças transmitidas por vírus e bactérias, já que estes se reproduzem mais facilmente em temperaturas mais elevadas.

Outro efeito, segundo Cechinel, é o aumento da incidência de doenças de pele, em especial do câncer, em consequência da diminuição da camada de ozônio e aumento da exposição à radiação ionizante. O médico também elenca o aumento da incidência de diarreias e vômitos decorrentes da menor disponibilidade de água potável.

Cechinel cita ainda o aumento de problemas respiratórios e alérgicos devido à contaminação do ar pela emissão de gases tóxicos. Por fim, o médico descreve o aumento do risco de desidratação, sobretudo em crianças e idosos, em consequência do aumento da temperatura ambiente, assim como em decorrência da menor disponibilidade de água própria ao consumo humano.

 Sobre o Laboratório Frischmann Aisengart

O Laboratório Frischmann Aisengart completa 71 anos e é considerado uma referência para o segmento de medicina diagnóstica. Possui mais de 600 colaboradores e mais de 35 unidades no Paraná. São mais de três mil tipos de exames de análises clínicas, soluções diferenciadas e alto padrão de atendimento, além do serviço de vacinas. Para mais informações: www.labfa.com.br ou (41) 4004-0103.  Siga o Frischmann Aisengart nas redes sociais: Blog – blog.labfa.com.br; Facebook – facebook.com/laboratorio.fa.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.