Carta de vinhos do Madero/Durski conquista Grande Prêmio de Excelência

Pela quarta vez consecutiva a carta de vinhos do Restaurante Madero/Durski, comandado pelo chef Junior Durski, conquista o Grande Prêmio de Excelência, um dos mais importantes prêmios do país na categoria de vinhos.

Promovido pela revista Prazeres da Mesa, a 11ª edição do Prêmio Melhores Cartas de Vinho avaliou cartas de bares, restaurantes e hotéis do Brasil e mais 11 países da América do Sul. Um time de jornalistas e especialistas convidados identificam critérios como qualidade, precisão das informações e variedades de regiões. No total são duas categorias: Prêmio de Excelência (entre 50 e 200 rótulos) e Grande Prêmio de Excelência (acima de 200 rótulos).

A premiação aconteceu na última segunda-feira (20 de junho), na Casa Bossa (Shopping Cidade Jardim), em São Paulo. Cerca de 500 pessoas participaram do evento que reuniu jornalistas, empresários, enólogos, entre outros. Junior Durski recebeu o prêmio das mãos do diretor editorial da Revista Prazeres da Mesa, Ricardo Castilho.

“O grupo Madero/Durski prestigia o prêmio Melhores do Vinho desde o início. A preocupação com a qualidade de sua carta de vinho é constante e a seleção de rótulos é um diferencial, atendendo todas as faixas de preço.

Premiar esse trabalho é motivo de satisfação para a equipe de Prazeres da Mesa, porque com isso ajudamos a desenvolver o setor do vinho no Brasil e a consagrar quem faz um trabalho bem feito”, disse Ricardo Castilho, diretor editorial da revista Prazeres da Mesa.

Para o chef e empresário Junior Durski, “o reconhecimento atesta, mais uma vez, a qualidade da adega. Vim pessoalmente receber o prêmio porque sei do trabalho criterioso do time de especialistas da Revista Prazeres da Mesa”. Durski esteve na cerimônia acompanhado do diretor de marketing do grupo, Leandro Lorca.

 

Carta de Vinhos

A carta de vinhos do Restaurante Madero e Durski International Cuisine, localizado no bairro São Francisco – centro histórico de Curitiba, possui quase 2.548 rótulos, 100 safras diferentes de 24 países, sendo a mais antiga de 1780. Alguns dos destaques são o celebrado Romanée Conti, da safra de 1988, o Château Haut-Brion de 1934 e o famoso Château d’Yquem, melhor vinho branco doce do mundo, presente na adega com 74 safras.

 

Adega do Madero

A “seleção de vinhos” da carta dos demais restaurantes Madero do país é   uma versão reduzida desta principal. São 73 rótulos de vinhos e espumantes de países como Argentina, Chile, África do Sul, Austrália, Nova Zelândia, Espanha, França, Itália, Portugal e Uruguai.

No total, são 57 opções em garrafa, 9 opções em meia garrafa (375 ml), 4 opções em um quarto de garrafa (187 ml) e 3 opções em taça: madeira Justino’s (R$10), Olaria Branco (R$14) e Olaria Tinto (R$14), vinhos branco, tinto e de sobremesa, respectivamente. Os valores variam de R$ 10,00 a R$ 637,00.  A rede também satisfaz quem prefere levar a bebida de casa, pois nenhum dos restaurantes cobram taxa de rolha.  <imprensa@restaurantemadero.com.br>

c0422596-0e36-4ba7-81e0-d451e6aed89d

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.