Primeiro barril de cerveja 100% reciclável da América Latina será lançado em Curitiba

O primeiro barril de cerveja 100% reciclável e produzido em PET da América Latina será lançado, nos próximos dias 09, 10 e 11 de junho – durante o Festival Paranaense de Cervejas Artesanais – que acontece em Curitiba.

Chamado de BeerKeg, o barril feito de PET começou a ser fabricado em Araucária, Região Metropolitana de Curitiba, e surge no mercado como a alternativa mais prática e econômica para as cervejarias artesanais.

Com capacidade para armazenar 30 litros de chopp, o BeerKeg não altera o sabor do produto, possui uma alça exclusiva para ser transportado cheio e pesa apenas 640 gramas, ou seja, é 13 quilos mais leve do que o tradicional barril de inox.  O produto está disponível para pronta entrega e o preço varia de R$60 a R$85, dependendo do volume e modalidade de contrato.

O empresário Renato Araújo, um dos proprietários da marca, explica que além do preço diferenciado, se comparado aos tradicionais barris de inox que custam em média R$700, o BeerKeg gera economias significativas para as cervejarias que trabalham com exportação e envio para longas distâncias.

“O BeerKeg permite que cervejarias brasileiras tenham uma logística diferenciada, atendendo locais e cidades onde antes não era possível, devido ao alto custo logístico de retorno do barril de inox”, afirma Renato. “Além disso, é um produto que elimina os custos com depreciação, estoque, sanitização, perdas de barris e evita os problemas de ergonomia no trabalho, comuns em funcionários que transportam barris de inox”, completa Renato Araujo.

Demanda de mercado – O estudo para fabricação do BeerKeg começou há dois anos e meio com o objetivo de oferecer uma alternativa com menor preço do que o barril importado.

Os idealizadores do barril reciclável, Hamilcar Pizzatto Neto, Eduardo Liz Martins e Renato Araujo, que também são fabricantes de cerveja artesanal, contam que a ideia surgiu com a necessidade apresentada pelo próprio mercado.

“O uso do barril importado aumenta o custo do litro da cerveja em, aproximadamente, R$4,00 e precisávamos reduzir este custo”, explica Hamilcar Pizzatto Neto.

Para chegar a um preço competitivo, eles desenvolveram a matéria-prima do produto, o design, a válvula, a alça do barril, todo o processo de sanitização e a migração de oxigênio. Já a máquina que fabrica o BeerKeg foi projetada pelos sócios e produzida fora do país.  “Tudo isso para atender o mercado cervejeiro com menor custo do que o produto importado”, reforça Eduardo Liz Martins.

Mercado ascendente – As cervejas artesanais vêm conquistando um espaço cada vez maior no mercado brasileiro e internacional. O crescimento pode ser constatado na variedade de rótulos e estilos presente no cardápio de bares e restaurantes, no espaço que ocupam nas prateleiras de supermercados, nas lojas especializadas e nos eventos gastronômicos. Seguindo este movimento, o Paraná e a cidade de Curitiba estão se tornando referência no país. A multiplicação das microcervejarias na cidade e a reconhecida qualidade das cervejas produzidas na capital paranaense colocaram a cidade na rota dos profissionais e apreciadores da bebida.

Para Amauri Elias Maia Junior, proprietário de uma tradicional cervejaria de Curitiba, entre as vantagens de barris como o BeerKeg estão a economia, a facilidade no transporte e a redução do investimento em estoque de barris.

“O BeerKeeg é uma opção que reduz o custo das cervejarias com estoque e facilita a logística para comercialização da cerveja fora da cidade por não ser um produto retornável”,  finaliza Maia.

 

Serviço: Lançamento do BeerKeg

Data: 09, 10 e 11 de junho

Horário: 18h

Local: Festival Paranaense de Cervejas Artesanais

Endereço: Museu Oscar Niemeyer – Curitiba

Mais informações no site: www.beerkeg.com.br

07e0e81b-00a4-4f20-a2cd-ae26b92a54e4 07f3075d-4344-4027-9b4d-7aa68f027479 bcf798d5-2a22-441c-8359-964c832b0b2c

FOTOS: Julio Covello

cerestb@gmail.com

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.