Rinite diminui em até 40% a produtividade durante o dia e, quando não tratada, pode evoluir para asma e sinusite

A rinite alérgica é considerada hoje a doença crônica mais comum, e acomete cerca de 40 milhões de pessoas no Brasil, segundo a Associação Brasileira de Alergia e Imunopatologia (Asbai). Quando não tratada, ela diminui em até 40% a produtividade durante o dia e pode desenvolver outras comorbidades, como asma e sinusite, otites, crises de bronquite, laringites e pneumonia.

Pacientes com a enfermidade frequentemente têm a qualidade de vida reduzida – no aspecto físico e social – causada pelos sintomas mais comuns. Segundo o médico otorrinolaringologista e Mestre em Ciências da Saúde, Dr. Levon Mekhitarian Neto, ”algumas pesquisas e a experiência clínica e médica mostram que a grande maioria dos nossos pacientes apresenta uma grande queda na produtividade durante o dia, que vão desde irritabilidade, até fadiga e sonolência diurna”, explica o médico.

Um erro comum cometido por grande parte da população é não tratar a rinite corretamente. Quando diagnosticada, existem diversos tratamentos disponíveis que podem reduzir a carga associada à doença. “A homeopatia pode ser uma solução uma vez que a medicação não interfere com outras que o paciente faz uso, não tem efeito colateral, como sonolência – muito comum em tratamentos convencionais – e pode ser usada em qualquer idade, com posologia de fácil prescrição”, comenta o médico otorrinolaringologista.

Sobre a Boiron

Líder mundial na fabricação e venda de medicamentos homeopáticos, a Boiron está presente em mais de 58 países com 19 filiais. A empresa conta com um portfólio de mais de 250 medicamentos e três mil medicamentos unitários registrados, produtos líderes em vendas em vários países, na França, nos Estados Unidos, e alguns dos medicamentos mais procurados no mundo. No primeiro trimestre de 2015, a filial brasileira apresentou um crescimento de 30%.

No Brasil, a empresa comercializa cinco especialidades e 8 unitários que podem ser encontrados em todas as redes de farmácias e drogarias. O Sédatif PC, que auxilia no tratamento da ansiedade e distúrbios do sono, e o Stodal, para o tratamento da tosse, tiveram um crescimento nas vendas de 30% e 19%, respectivamente. Outra especialidade do laboratório, o Oscillococcinum ® 30 doses, foi lançado no país em 2013, como uma embalagem mais duradoura, quando comparada à de seis doses lançada em 2009, sendo indicado para auxiliar a prevenção e o tratamento dos estados gripais. Esta nova embalagem de 30 doses também revelou um crescimento de 41%. O Coryzalia, para o tratamento de rinite alérgica; o Homéoptic, para irritações oftalmológicas; e outros oito medicamentos unitários, para diversas patologias, de dores e alergias a problemas no sistema digestivo, foram lançados no segundo semestre de 2015.

www.boiron.com

www.facebook.com/boironbrasil

( rodrigo@cdicom.com.br)

unnamed

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.