Conheça a história de um dos símbolos de Florianópolis

Inaugurada há 90 anos, ponte Hercílio Luz teve papel fundamental para o desenvolvimento da capital catarinense

 

Por Gustavo Henrique Braga

 unnamed

Ponte Hercílio Luz à noite. Crédito: Divulgação Embratur

Um dos principais cartões postais de Florianópolis recebe a chama olímpica em uma operação especial do tour da tocha nesta segunda-feira (11): a Ponte Hercílio Luz. Com 90 anos de história a ponte é tombada como patrimônio histórico, artístico e arquitetônico do Brasil. O reconhecimento leva em conta a importância da ponte que, na época em que foi construída, representou marco decisivo para o desenvolvimento de Florianópolis ao ligar a cidade com o continente. Atualmente, a construção encontra-se em fase de restauração que promete devolve-la ao uso para transito no final de 2018.

A obra foi considerada, na época, um dos grandes feitos da engenharia internacional. A ponte está fechada desde 1982 por medida de segurança, mas permanece como ponto de contemplação para turistas e moradores locais, uma vez que o mirante situado à cabeceira insular proporciona uma das mais belas vistas panorâmicas do centro da cidade. A ponte tem cerca de 820 metros de extensão e 339 metros de vão central. As torres metálicas medem cerca de 75 metros de altura.

HISTÓRIA

Com a construção da ponte o governo catarinense da época imaginava superar as pressões de forças políticas interioranas que pretendiam a transferência da capital para uma área no centro do Estado. Por isso, de acordo com a Fundação Catarinense de Cultura, quando inaugurada em 1926, a Ponte Hercílio Luz (que foi chamada inicialmente ponte da Independência) teve o significado afirmativo e político de manter a capital em Florianópolis.  <ascom@turismo.gov.br>

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.