Entenda porque sentimos mais fome no inverno

A chegada do inverno vem também acompanhada por um aumento do apetite para muitas pessoas. É comum durante o inverno sentir que a fome cresce na época de frio e diminui no verão. Além disso, nesta época, aumenta a vontade de consumir alimentos mais calóricos e gordurosos.

Especialistas têm algumas recomendações que podem ser seguidas para driblar o inverno sem engordar e garantir a continuidade das dietas para os que querem emagrece.

De acordo com o médico e especialista em obesidade, cirurgião Caetano Marcheisni, a sensação de aumento do apetite pode, em parte, ser explicadas pela ciência.

“No inverno nosso corpo gasta mais energia para manter a temperatura estável e, para compensar essa perda energética, precisa consumir mais calorias”, explica Marchesini. “Porém, se não tomarmos cuidado, corremos o risco de exagerar e, como consequência, terminar o inverno com alguns quilinhos extras e os exames de colesterol alterados”, completa o médico.

Outra questão é que no frio não basta se aquecer de fora para dentro, ou seja com roupas quentes e pesadas. “É preciso se aquecer também de dentro para fora, pois nos dá uma sensação de conforto térmico”, ressalta o especialista. Segundo ele, é por isso que bebidas quentes como chás, cafés e chocolates quentes são tão comuns no inverno. “Os pratos quentes e calóricos são mais consumidos e as comidas frias como salada e frutas são muitas vezes deixadas de lado”, menciona Marchesini.

Um recente estudo realizado em Campinas (SP), e que acompanhou 227 mil indivíduos, verificou que os níveis de colesterol "ruim" (LDL) aumentavam significativamente no inverno e diminuíam no verão.

NUTRIÇÃO EM FOCO - A nutricionista Tamires Precybelovicz – que integra a equipe da Clínica Caetano Marchesini - explica que entre as principais causas para o aumento de peso e de colesterol ruim durante o inverno estão o consumo de alimentos gordurosos e a redução da prática de atividade física.

“Os alimentos gordurosos podem elevar o colesterol ruim e praticar exercícios com menor frequência também pode afetar indiretamente os níveis de colesterol”, ressalta Tamires.

A nutricionista atenta para o fato de que este comportamento se enquadra como fator de risco para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares e diabetes.

Dr Caetano Marchesini e dra Tamires Precybelovicz

Confira 7 dicas para não engordar neste inverno.

 

  1. Procure manter o intervalo médio de três horas entre as refeições. O hábito de se alimentar em intervalos regulares é benéfico, pois contribui para o bom ritmo do metabolismo, já que o organismo tem que ‘gastar’ energia para digerir os alimentos e absorver seus nutrientes.
  2. Mastigue os alimentos lentamente. A mastigação adequada ativa a liberação de hormônios que contribuem para a saciedade.
  3. Invista em um café da manhã balanceado, optando por uma fonte de proteína magra: ovo cozido, iogurte desnatado, patê de atum. Assim, evitará “beliscar” durante a tarde.
  4. Não deixe de consumir frutas. Uma boa opção é esquentar banana, maçã ou pera no micro-ondas e depois polvilhar canela. Se a vontade por doces for muito grande, derreta junto um quadradinho de chocolate meio amargo.
  5. Se ficar difícil consumir saladas cruas, opte por legumes e verduras refogados, deixando de lado temperos prontos.
  6. Substitua o chocolate quente por chás sem açúcar: erva cidreira, camomila, hortelã, alecrim.
  7. Ao fim do dia, prepare uma sopa que contenha uma fonte proteica e um carboidrato. Não esqueça de caprichar nas verduras e legumes. Evite o uso de temperos industrializados e, principalmente, o uso de sopas prontas.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Talvez você se interesse por estes artigos

No sábado, 23 de fevereiro, das 9h às 12h, mais de vinte instituições, participam na Boca Maldita, em Curitiba, das comemorações do Dia Mundial de...
Fechar Menu