Intenção de consumo dá sinais de recuperação

A Intenção de Consumo das Famílias (ICF), índice elaborado pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), e divulgado regionalmente pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Paraná (Fecomércio PR), apresentou leve acréscimo no Paraná na comparação entre junho e julho, com 1,1% de aumento.

Apesar de apontar queda significativa (-15%) no comparativo anual (mesmo mês de 2015), a variação de um mês a outro demonstra que o consumidor recupera aos poucos o otimismo. E mesmo abaixo do índice ideal (acima de 100 pontos para que seja considerado positivo), a Intenção de Consumo das Famílias paranaenses, com 80,9 pontos em julho, é superior à nacional, que ficou em 68,7 pontos no mesmo período.

Entre os sete itens que compõem o indicador, a “perspectiva de consumo” e o “nível de consumo atual” são os principais responsáveis pela ascensão da ICF em julho. Ambos tiveram aumento na casa dos 16% em comparação com junho de 2016.

Os dois quesitos também foram os que apresentaram maior queda na comparação com julho do ano passado, sendo que a “perspectiva de consumo” caiu 40%, e o “nível de consumo atual” teve queda de 30%.

 

ICF/julho Paraná Variação Mensal Variação Anual Nacional Variação Mensal Variação Anual
  (Em Pontos) % % (Em Pontos) % %
Emprego Atual 110,5 3,1 -7,0 100,6 1,2 10,0
Perspectiva Profissional 83,9 -1,7 0,0 93,5 0,6 9,8
Renda Atual 156,0 -0,1 -3,0 85,0 0,1 -18,9
Acesso ao crédito 66,4 -3,3 -26,0 63,0 0,8 -25,5
Nível de Consumo Atual 54,1 16,4 -30,0 44,0 1,0 -34,5
Perspectiva de Consumo 26,7 16,1 -40,0 53,3 -1,4 -29,7
Momento para Duráveis 68,6 -5,9 -27,0 41,1 -2,2 -31,3
Índice 80,9 1,1 -15,0 68,7 0,0 -21,0

A pesquisa também demonstrou que o quesito “momento para consumo de bens duráveis” teve o pior indicador em sete anos. Com queda de 27% na comparação anual, e de 5,9% na variação mensal, o índice ficou em 68,6 pontos. Um provável reflexo do endividamento do paranaense, que tem feito o consumidor evitar a aquisição de bens de alto valor.

image003 image004

Metodologia

A pesquisa foi realizada com 500 residentes no município de Curitiba, nos últimos dez dias de junho de 2016. Os dados completos estão no site www.fecomerciopr.com.br/servicos/pesquisas.

<carolina@pr.senac.br>

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.