Pesquisa investiga componente do leite que melhora o sono

O estudante do mestrado em Ciência e Tecnologia de Leite e Derivados da Unopar, Edilson Bruno Romanini, está desenvolvendo uma pesquisa, sob a orientação do professor e doutor Agostinho Ludovico, que busca aumentar de forma natural a presença de melatonina no leite, um hormônio que também é produzido pelo corpo humano e tem a capacidade de regular o ciclo biológico do sono.

Segundo os pesquisadores, com o envelhecimento, o corpo humano produz menos melatonina, uma das possíveis causas dos distúrbios do sono em adultos e idosos. “Uma das soluções é suplementar com automedicações, e outra, sem contra indicações é escolher alimentos que contenham naturalmente a substância, como é o caso do leite”, explica o professor e orientador Agostinho Ludovico.

A produção do hormônio varia de acordo com vários fatores, mas principalmente com a luminosidade, estações do ano e composição da dieta. Desta forma, a pesquisa investiga tais variações, e, assim, auxilia produtores locais e indústrias na produção e seleção do leite. “Sem grandes investimentos, a prática também agregaria mais valor ao produto. Bastaria a indústria processar e comercializar de forma separada o leite com alta concentração de melatonina”, acrescenta o pesquisador.

O estudo está sendo realizado com vacas do município de Castro, que fica no interior do Paraná e é considerada uma das maiores bacias leiteiras do Brasil. ( tiago.silva@s2publicom.com.br)

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.