Prevenção do Aedes aegypti continua durante o inverno

            Com os termômetros registrando temperaturas cada vez mais baixas, muitos acreditam estar livres do mosquito transmissor da dengue, zika vírus e febre chikungunya. Apesar da atividade reprodutiva do Aedes aegypti diminuir durante o frio, é nesta época do ano que os cuidados devem ser intensificados. “Assim é possível acabar com os criadouros e, consequentemente, reduzir o alcance da doença no ano seguinte”, explica Juberson Fabiano do Prado, engenheiro agrônomo da Bio Control.

 

            Segundo os últimos dados da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), o Paraná já registrou neste ano 493 casos de dengue, 38 de zika e 14 de chikungunya. Limpar periodicamente a caixa d’água, além de ser útil para verificar a existência de vazamentos, pode evitar doenças como a leptospirose, gastroenterites, diarreia e as transmitidas pelo Aedes aegypti. Segundo especialistas, a contaminação se dá principalmente pelo fechamento incorreto da  caixa d’água – a falta de vedação possibilita a entrada de poeira, insetos e animais, como ratos, baratas, pombos, morcegos e mosquitos. Para garantir a qualidade da água, a recomendação é que a higienização seja realizada a cada seis meses – em residências, o próprio morador pode fazer a limpeza, mas existem empresas especializadas que oferecem o serviço, principalmente para empresas e condomínios.

 

            Outra forma de prevenir as doenças transmitidas pelo Aedes é eliminando seu vetor – o mosquito. E, para isso, uma das alternativas mais eficazes é a dedetização. Utilizando um equipamento atomizador, que funciona sob pressão, o inseticida é pulverizado por meio de uma fina névoa, semelhante à fumaça, capaz de alcançar até mesmo espaços considerados inacessíveis, onde os mosquitos podem se esconder. A dedetização é realizada em horários específicos – no início da manhã e no final da tarde – quando o Aedes está mais ativo. Por eliminar o mosquito adulto – e evitar sua reprodução – a ação é uma aliada à prevenção. “O produto, aprovado pelo Ministério da Saúde, é muito eficaz. De forma rápida, é possível garantir mais proteção para qualquer espaço”, explica Prado – a Bio Control é uma das poucas empresas de Curitiba que oferecem o controle do Aedes.

 

 

Sobre a Bio Control    

Desde 2007, a Bio Control destaca-se no mercado por oferecer soluções nos serviços de controle de vetores, pragas e limpeza de caixas de água de diversas categorias, aliando tecnologia, preço, qualidade e utilização de produtos licenciados pelo Ministério da Saúde. Atende tanto empresas (pessoa jurídica), como o público em geral (pessoa física). 


Serviço:

Bio Control

Avenida Marechal Humberto de Alencar Castelo Branco, 431 – Cristo Rei – Curitiba (PR)

(41) 3091-7555

adm@biocontrolpr.com.br

www.biocontrolpr.com.br

Bio Control (1)

Bio Control (2)

Bio Control (3)

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.