Brasil deve ganhar 25 medalhas nos Jogos Olímpicos, aponta estudo da PwC

    Análise foi realizada com base em fatores econômicos, políticos e estatísticos. O ranking é liderado pelos Estados Unidos, seguidos pela China e pela Rússia

 

O Brasil deve ganhar 25 medalhas nos Jogos Olímpicos de 2016, terminando na 11ª posição no quadro de medalhas. O país mais vencedor será os Estados Unidos, com 108 medalhas, seguidos pela China, com 98 medalhas, e pela Rússia, com 70. As projeções são da PwC do Reino Unido e constam no estudo Economic Briefing Paper: Modelling Olympic Games performance.

Para projetar o número de medalhas da Olimpíada de 2016, o estudo da PwC levou em conta fatores econômicos e políticos estatisticamente significativos para os resultados nos jogos anteriores. As projeções são baseadas nos seguintes aspectos:

– Tamanho das economias de cada país

– Desempenho nos dois Jogos Olímpicos anteriores

– Se o país é nação anfitriã

De maneira geral, o estudo concluiu que o número de medalhas conquistadas aumenta de acordo com a população e a riqueza econômica do país. Há exceções, como Jamaica e Quênia. No caso jamaicano, a projeção é que o país ganhe 0,4 medalha no Rio de Janeiro para cada bilhão de dólar do PIB, enquanto que a mesma proporção é de apenas 0,02 para o Reino Unido e Rússia, e em torno de 0,005-0,006 para os EUA e China.

O quadro abaixo mostra a estimativa de crescimento do número de medalhas no Rio de Janeiro dos 12 países primeiros colocados nas Olimpíadas de Londres, em 2012.

País Estimativa do total de medalhas no Rio 2016 Total de medalhas em Londres 2012 Diferença
1. Estados Unidos 108 103 +5
2. China 98 88 +10
3. Rússia 70 81 -11
4. Grã Bretanha 52 65 -13
5. Alemanha 40 44 -4
6. Austrália 35 35 0
7. França 34 34 0
8. Japão 33 38 -5
9. Coreia do Sul 27 28 -1
10. Itália 26 28 -2
11. Brasil 25 17 +8
12. Ucrânia 20 20 0

Um aspecto importante é o desempenho de cada país nas Olimpíadas passadas, pois revela a tradição esportiva de cada um, como também se há investimentos públicos no setor. Um exemplo de sucesso é a China, destaque nos Jogos de Pequim e de Londres, resultado dos investimentos governamentais.

Outras conclusões do estudo merecem destaque:

– Mais uma vez os Estados Unidos lideram o quadro de medalhas, seguido da China.

– A Grã-Bretanha ainda é destaque, estando entre os quatro primeiros colocados, apesar da previsão de conquistar um número menor de medalhas em comparação aos Jogos de Londres, em que era anfitriã.

– Pelo fator “país anfitrião”, a previsão é que o Brasil conquiste mais oito medalhas se comparado a Londres 2012, ficando em 11º lugar.

– Dentre as nações com baixo desempenho em relação à população e ao PIB, a previsão é que a Índia lidere. Se atingir 12 medalhas no Rio, como previsto no estudo, será o dobro se comparado aos Jogos Olímpicos de Londres 2012.        – A previsão do estudo está sujeita a margens de erro, além de não poder levar em conta desempenhos excepcionais dos atletas.

 

O quadro a seguir considera os 30 países primeiros colocados nos Jogos Olímpicos de Londres 2012:

País Estimativa do total de medalhas no Rio 2016 Total de medalhas em Londres 2012 Diferença
1. Estados Unidos 108 103 +5
2. China 98 88 +10
3. Rússia 701 81 -11
4. Grã Bretanha 52 65 -13
5. Alemanha 40 44 -4
6. Austrália 35 35 0
7. França 34 34 0
8. Japão 33 38 -5
9. Coréia do Sul 27 28 -1
10. Itália 26 28 -2
11. Brasil 25 17 +8
12. Ucrânia 20 20 0
13. Canadá 17 18 -1
14. Holanda 17 20 -3
15. Espanha 17 17 0
16. Cuba 16 15 +1
17. Bielorrússia 13 12 +1
18. Hungria 13 18 -5
19. Índia 12 6 +6
20. Cazaquistão 12 13 -1
21. Quênia 11 11 0
22. Jamaica 10 12 -2
23. Nova Zelândia 10 13 -3
24. Polônia 10 10 0
25. Irã 8 12 -4
26. Romênia 8 9 -1
27. Azerbaijão 8 10 -2
28. República Checa 8 10 -2
29. Dinamarca 7 9 -2
30. Turquia 7 5 +2
30 primeiros colocados 771 801 -30
Outros países 190 160 +30
Total de medalhas 961 961 0

Fonte: Para fins de comparação, a PwC utilizou os dados divulgados pelas autoridades Olímpicas em maio deste ano referentes aos Jogos de Londres 2012, quando o quadro de medalhas sofreu alterações por diversos motivos, como pelo uso de dopping, por exemplo.

 

Sobre a PwC

Na PwC, nosso propósito é construir confiança na sociedade e resolver problemas complexos. Somos um Network de firmas presente em 157 países com mais de 208.000 profissionais comprometidos em oferecer qualidade em serviços de Auditoria e Asseguração, Consultoria de Negócios e Tributária. Para saber mais e nos dizer o que importa para você, acesse www.pwc.com.br

PwC refere-se ao Network PwC e/ou uma ou mais firmas-membro, sendo cada uma delas uma entidade legal independente. Acesse www.pwc.com/structure para mais detalhes.

<marina@pg1comunicacao.com>

montagem-medalhas-olimpicas

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.