Bazar propõe consumo consciente de moda

1º Fair Fashion Bazar: troca e venda de moda usada ocorre no dia 20 de agosto, em Curitiba

No mundo todo, as indústrias têxteis e de vestuário empregam 60 a 75 milhões de pessoas que recebem, em média, 0,6% do valor de uma camiseta padrão, por exemplo. A maioria dessas pessoas trabalha sem contratos, horários fixos ou benefícios garantidos por lei. Em média, o salário de um trabalhador de vestuário está bem abaixo do salário mínimo das áreas urbanas onde ficam as fábricas. Essas estimativas são do Solidarity Center, ONG internacional especializada no auxílio a trabalhadores explorados.

Tudo isso e a consequente necessidade de encontrar e divulgar lojas e marcas que vendam roupas e acessórios vindos de uma cadeia de produção em que, pelo menos, um dos elos seja social e ambientalmente responsável, levaram a jornalista Letícia Ferreira a criar o blog Fair Fashion. E, em seu lançamento, no dia 20 de agosto, às 14h, promover o 1º Fair Fashion Bazar: troca e venda de moda usada, para incentivar a reutilização de roupas e acessórios. O evento ocorrerá no espaço Guru Práticas Sustentáveis e conta com o apoio da agência Expressa Comunicação e do portal Curitiba de Graça. As inscrições são gratuitas, e os participantes deverão contribuir com 20% do valor de suas vendas para custear as despesas operacionais, como limpeza do local, água, eletricidade e produtos de higiene.

Consumo responsável

“Comprar uma roupa ou acessório que não tenha a probabilidade de ter sido produzido por trabalho escravo está cada vez mais difícil, mas há como, temos que procurar”, afirma Letícia. Para ela, não adianta apenas dizer às pessoas que não devem comprar roupas importadas desse ou daquele país ou dessa ou daquela loja, é preciso oferecer alternativas. Segundo a jornalista, a maioria das lojas e marcas ainda é muito reservada em relação a onde e como os produtos que vendem são produzidos. Mas o consumidor deve perguntar e se posicionar.

Uma das alternativas é o reuso e, por isso, a iniciativa do bazar. Para participar, são convidados todos os que tiverem roupas e acessórios que não servem mais ou das quais já enjoaram e que gostariam de vender ou trocar com outras pessoas. O regulamento pede que tudo esteja limpo e em ótimo estado, ou seja, em condições para reuso imediato. “Já tive preconceito com roupa usada, achava que viria com a energia do dono anterior ou com cheiros e detalhes estranhos”, conta Letícia. “Mas depois de participar de uma reunião de troca de roupas usadas, promovido por uma amiga, mudei de ideia. É uma alternativa prática, econômica e sustentável para mudar o guarda-roupa. Lavou, ‘tá’ novo.”

Para participar é só se inscrever gratuitamente pelo e-mail blogfairfashion@gmail.com.

 

Serviço:

1º Fair Fashion Bazar

Data: 20 de agosto, das 14h às 19h

Local: Guru Práticas Saudáveis, Rua Saldanha Marinho, 1253, conjunto5

Informações: blogfairfashion.wordpress.com

Inscrições: gratuitas e pelo e-mail blogfairfashion@gmail.com. As vagas são limitadas.

 

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.