Estácio finaliza o treinamento de 140 mil pessoas para os  Jogos Olímpicos Rio 2016

Professores e voluntários antecipam o clima do maior evento esportivo

A Estácio, primeira instituição de ensino no mundo a participar de uma Olimpíada, capacitou a força de trabalho, incluindo 50 mil voluntários que atuarão nos Jogos Rio 2016 em áreas como TI, Hospitalidade, Transporte e Interpretação (tradução simultânea), além dos 5 mil profissionais da saúde que prestarão o primeiro atendimento ao público e aos atletas.

O índice de satisfação dos voluntários já treinados é extremamente positivo: 95, na escala de zero a cem. Por outro lado, os 120 professores da Estácio também estão muito envolvidos com as capacitações realizadas nos Centros de Treinamentos localizados em Belo Horizonte, Brasília, Manaus, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo.

“Estou triste porque os treinamentos estão terminando”, diz Edcleia Silva, professora de gestão nos cursos de saúde da Estácio em Manaus. A ela foi conferida a difícil missão de dar um dos cursos mais complexos: Fundamentos de Operações de Jogos. “Inventei uma dinâmica para não deixar ninguém cansado durante a aula: enchi o conteúdo de exemplos reais. E deu certo. O mais importante é mostrar para o voluntário a grandiosidade do projeto”, concluiu a professora.

Números

95 (de zero a cem) é o índice de satisfação dos voluntários

140 mil pessoas treinadas

50 mil voluntários

5 mil profissionais da saúde

120 professores

1,35 milhão de horas de treinamentos

As sessões de capacitação são estruturadas sobre os pilares: conhecimentos básicos (visão geral dos Jogos), gestão (excelência em serviços, liderança, gestão de pessoas) e meu papel nos jogos (depende da área de atuação).

“Sigo o roteiro oficial da aula, mas faço brincadeiras e atividades até o aluno entender que o sorriso é o conteúdo mais importante, pois aproxima pessoas de línguas e culturas diferentes”, explicou Álvaro Andreson, professor da Estácio no Rio de Janeiro.

Enquanto os voluntários concluem seus treinamentos para atuar nos bastidores dos Jogos, oito atletas do Time Estácio representarão a instituição de ensino nas competições: Bruno Soares, Teliana Pereira, André Sá e Paula Gonçalves (tênis); Daniele Hypolito (ginástica artística); os refugiados do Congo, Popole Misenga e Yolande Bukasa (judô); e Marquinhos (basquete).

Tradutores e intérpretes

Até a primeira quinzena de agosto, a Estácio comanda o treinamento de voluntários para atuarem como assistentes de tradutores e intérpretes durante os Jogos Rio 2016. Entre eles, estão muitos estrangeiros que acabam de chegar ao Brasil. Tais voluntários têm como missão promover a comunicação em mais de 20 línguas em várias áreas dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos, como acompanhamento de Atletas e família olímpica, Coletivas de imprensa, Controle de doping e Serviços médicos.

Os treinamentos são realizados em turmas de 10 a 15 voluntários. A capacitação é dividida entre partes teórica e prática. Na parte teórica, são abordados conhecimentos gerais de esportes, técnicas de tradução e dicas sobre as dificuldades que podem surgir durante as competições. Entre as atividades práticas, estão a formação de grupos para treinar a tradução simultânea/consecutiva, listening (áudio) de declarações de atletas em Olimpíadas anteriores e tradução do que disseram.

Profissionais da saúde

A instituição de ensino superior também está treinando 5 mil profissionais da área da saúde, entre médicos, enfermeiros, técnicos em enfermagem e estudantes de medicina. Eles estão preparados para prestar o primeiro atendimento ao público e aos atletas. Os treinamentos acontecem com o uso de simuladores de alta tecnologia, incluindo um robô/boneco. Fazem parte da capacitação o uso de desfibrilador para parada cardíaca, entubação, imobilização e transporte. Veja vídeo do Comitê Rio 2016 sobre estes treinamentos: https://goo.gl/YrXeEK

Time Estácio nos Jogos

O Time Estácio, composto por mais de 300 esportistas, terá oito atletas disputando os Jogos Olímpicos Rio 2016. O projeto faz parte do programa de Responsabilidade Social Corporativa da instituição de ensino, que conta com Gustavo Kuerten como embaixador e também atletas renomados, como Marcelinho Machado, do basquete, Adriano de Souza, o “Mineirinho” do surfe, entre outros.

Sobre a Estácio

A Estácio, uma das maiores e mais respeitadas organizações educacionais do Brasil, atua há 46 anos no segmento de ensino superior. Fundada no Rio de Janeiro, a Estácio está presente em 22 estados e no Distrito Federal, contando com mais de 587 mil alunos matriculados e uma estrutura de cinco mil colaboradores e nove mil professores.

A Estácio oferece cursos reconhecidos pelo MEC, com elevados conceitos de qualidade, nas modalidades presencial e a distância, de Graduação (Tradicional e Tecnológica) e Licenciatura, nas áreas de Ciências Exatas, Biológicas e Humanas e, também, cursos de pós-graduação lato sensu. Os cinco cursos de Mestrado e três de Doutorado (Direito, Odontologia e Educação) oferecidos pela instituição, são avaliados com elevados conceitos de qualidade pelo MEC (CAPES). São, também, desenvolvidos e ofertados pela instituição cursos técnicos de preparação (PRONATEC), soluções de educação para empresas e cursos de extensão.

Cada vez mais comprometida com sua missão de “Educar para Transformar”, a Estácio mantém seus currículos totalmente alinhados com as necessidades do mercado de trabalho e a evolução profissional dos nossos alunos e aposta na tecnologia e na inovação como diferenciais para aprimorar o aprendizado.  Respeitadas as regionalidades e a contribuição individual de cada professor, o modelo de ensino da Estácio é nacionalizado e os conteúdos padronizados. Todos os alunos recebem material didático gratuito, de alto nível, em uma cadeia totalmente sustentável.

Assessoria de Comunicação Estácio no Paraná

Adriane Perin – (41) 9902-1814

Talita Vanso – (41) 9991-5985

 

1 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.