Núcleo de Prática Jurídica da Estácio Curitiba retoma atividades

O encontro com os alunos será neste sábado (20), com palestras e homenagem póstuma ao policial militar Wellington de Matos, que era aluno da Instituição

O Núcleo de Prática Jurídica da Faculdade Estácio Curitiba (NPJ) retoma o ano letivo para as atividades do segundo semestre neste sábado (20/8), recebendo palestrantes e realizando uma homenagem. O policial militar Wellington de Matos, morto em serviço na semana passada, era aluno de Direito da Estácio e será homenageado pela Instituição e também pela corporação.

Matos, que era do BOPE (Batalhão de Operações Especiais), colaria o grau em setembro.  Representando a Corporação, o major QOPM Luiz Cesar Gonçalves fará a preleção em memória a Wellington de Matos,   acompanhado de outros oficiais de diversas patentes. Participam também da abertura das atividades do segundo semestre o Defensor Público Bruno de Almeida Passadore e o desembargador do Tribunal de Justiça do Paraná Luis Carlos Xavier, que proferirão palestras. Passadore vai falar sobre “Crítica ao Sistema Brasileiro de Precedentes” e Xavier tratará do tema “Embriaguez ao volante”.

As palestras se iniciam às 9 horas, no auditório da sede da Estácio Curitiba. Após a palestra, os acadêmicos conhecerão as opções de diversos convênios e projetos que o NPJ oferece.

Na segunda-feira, (22/8), os atendimentos gratuitos para a população recomeçam na sede do NPJ, que funciona com mini escritórios nos quais os acadêmicos de direito desenvolvem as atividades de estágio, resolvendo questões jurídicas reais supervisionados/orientados pelos professores.

Entre os Convênios do NPJ, em que os alunos desenvolvem atividades de estágio, estão a Delegacia da Mulher, OAB Cidadania, PROCON, Tribunal Regional do Trabalho e Tribunal de Justiça, por meio do convênio com o Juizado Especial de Colombo e Pinhais, Núcleo de Conciliação das Varas de Família, Defensoria Pública, FEPE (Fundação Ecumênica de Proteção aos Excepcionais), ANEC (Associação Nacional de Educação Católica do Brasil), ONG Mais Marias, Delegacia da Mulher, ABRAME. Também existem vários projetos que os alunos do sétimo ao décimo períodos podem participar e que levam atendimento à população, como a Semana da Conciliação, Semana do Divórcio Consensual, Estácio vai até Você, Comunidade na Estácio, Direito é Legal, entre outras. Os critérios para atendimento são: renda familiar de até 3 salários mínimos comprovados e ser residente domiciliar de Curitiba, na área abrangida pelo Foro Centralizado. Para ser atendido basta entrar em contato e agendar um horário.

Serviço:

Abertura das atividades do NPJ da Faculdade Estácio Curitiba, com homenagem póstuma a ex-aluno e palestras do Defensor Público e do desembargador do Tribunal de Justiça do Paraná.

Dia 20/8 às 9h.

Estácio Curitiba (Av. Senador Souza Naves, 1715).

Atendimento gratuito para população, a partir de 22/8.

NPJ da Estácio Curitiba (Av. São José, 1179 – Cristo Rei).

Fone: (41) 3088-0474

Sobre a Estácio

A Estácio, uma das maiores e mais respeitadas organizações educacionais do Brasil, atua há 46 anos no segmento de ensino superior. Fundada no Rio de Janeiro, a Estácio está presente em 22 estados e no Distrito Federal, contando com mais de 587 mil alunos matriculados e uma estrutura de cinco mil colaboradores e nove mil professores.

A Estácio oferece cursos reconhecidos pelo MEC, com elevados conceitos de qualidade, nas modalidades presencial e a distância, de Graduação (Tradicional e Tecnológica) e Licenciatura, nas áreas de Ciências Exatas, Biológicas e Humanas e, também, cursos de pós-graduação lato sensu. Os cinco cursos de Mestrado e três de Doutorado (Direito, Odontologia e Educação) oferecidos pela instituição, são avaliados com elevados conceitos de qualidade pelo MEC (CAPES). São, também, desenvolvidos e ofertados pela instituição cursos técnicos de preparação (PRONATEC), soluções de educação para empresas e cursos de extensão.

Cada vez mais comprometida com sua missão de “Educar para Transformar”, a Estácio mantém seus currículos totalmente alinhados com as necessidades do mercado de trabalho e a evolução profissional dos nossos alunos e aposta na tecnologia e na inovação como diferenciais para aprimorar o aprendizado.  Respeitadas as regionalidades e a contribuição individual de cada professor, o modelo de ensino da Estácio é nacionalizado e os conteúdos padronizados. Todos os alunos recebem material didático gratuito, de alto nível, em uma cadeia totalmente sustentável.

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.