Perfis do Instagram são hackeados para promover sites adultos

O Instagram, rede social de fotos mais popular do mundo com 500 milhões de contas ativas, não escapa da mira dos cibercriminosos. No começo do ano, a Norton detectou perfis falsos que recebiam comissão para atrair usuários à sites de pornografia. Agora, a estratégia mudou e hackers estão comprometendo perfis legítimos para disseminar spams.

O alvo geralmente são contas de mulheres, que tem suas senhas modificadas para que as donas percam o controle do perfil. Os criminosos substituem a foto e o nome de usuário e inserem URLs maliciosas na biografia, mantendo apenas as fotos antigas da conta. Quanto mais pessoas acessarem o link que direciona a sites pornográficos, mais dinheiro os spammers, apelido dado ao criminoso que espalha mensagens não solicitadas, faturam.

Caso o usuário suspeite que a sua conta foi comprometida ou encontre um perfil que parece ter sido invadido, ele pode abrir uma denúncia dentro do próprio Instagram.

Os perfis hackeados possuem as seguintes características:

  • A foto de perfil pertence a uma mulher diferente da dona da conta;
  • O texto de biografia apresenta erros de ortografia – gangues estrangeiras usam ferramentas de tradução online para localizar o golpe;
  • As últimas fotos postadas são de várias mulheres diferentes fingindo ser a mesma, sempre com apelo sexual.

A Norton sugere as seguintes medidas para proteger as contas nas redes sociais:

  • Crie senhas fortes que misturam números, símbolos e letras minúsculas e maiúsculas;
  • Troque de senha periodicamente;
  • Se possível, use a autenticação de dois fatores;
  • Ao se conectar em um dispositivo que não lhe pertence, lembre-se sempre de sair da conta;
  • Evite acessar seu perfil usando redes públicas. <Erika.Iwakiri@edelmansignifica.com>

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.