Produção industrial em canteiros de obras gera menos desperdício e menos custo

Quando o canteiro de obras segue um processo industrial inteligente, o resultado final soma economia e qualidade

Obra indústria

O sucesso de uma construção começa por um bom canteiro de obras, o que demanda estudo logístico bem elaborado, com a execução de projeto que antecipe as adequações necessárias ao longo de todas as etapas do trabalho. A finalidade é diminuir a quantidade de transporte de equipamentos, que consomem mão de obra, têm custo elevado e não agregam valor ao produto final. Ainda é pequena a quantidade de empresas da Construção Civil que focam seus esforços nesse estudo e uso de tecnologia para aperfeiçoar o trabalho e gerar economia de resíduos. Essa falha acaba gerando atraso na conclusão, desperdício e acidentes de trabalho. As construtoras que pensam a obra como um processo industrial, com materiais e equipamentos estocados e armazenados de maneira correta, reduzem os riscos de acidentes e agilizam o cumprimento do cronograma de entrega. A Construtora e Incorporadora Laguna vem aplicando em suas obras uma verdadeira linha de produção

Segundo o diretor de engenharia, Fabio Siqueira Giamundo, é importante entender a dinâmica de uma obra e as semelhanças com uma indústria.  “Na indústria há uma linha de produção e o produto a ser construído ou fabricado passa por uma sequência de montagem e é finalizado. Feito isso, o produto é despachado e a fábrica se mantém no mesmo local produzindo novos produtos. A obra não deixa de ser uma indústria, porém, montamos a fábrica em forma de canteiro de obras, onde produzimos o empreendimento e, após sua conclusão, o produto fica no local e a fábrica é desmobilizada”, explica.

Quanto mais industrializada uma obra, menor a quantidade de funcionários para a execução dos serviços e menor a quantidade de entulho gerado no canteiro. Um dos principais problemas de uma obra mal estruturada é a falta de planejamento de médio e curto prazo, carência de equipamentos, falta de definições de espaços adequados à armazenagem de diferentes insumos e, consequentemente, sua deficiência de transporte vertical e horizontal, o que gera falta de parcerias com os fornecedores. Ainda segundo Giamundo, para a execução de um bom canteiro de obras é preciso um estudo logístico complexo. “Um estudo cuidadoso mostra quais são as adequações necessárias do canteiro ao longo de todas as etapas da obra, com a finalidade de se diminuir a quantidade de mobilizações e desmobilizações, que consomem grande mão de obra e possuem custo elevado”, afirma.

Custo final

Os componentes típicos de um canteiro são escritórios, oficinas, estacionamento, almoxarifado, depósitos, centrais de concreto, pátios de manutenção e, no caso de materiais e equipamentos importados, áreas de estocagem. Um canteiro de obras bem projetado tem impacto significativo sobre os custos e a duração da obra. Ao manter o foco na organização e limpeza, as chances de se alcançar os objetivos aumentam significativamente.

Para o engenheiro Fabio Siqueira Giamundo, há uma redução significativa na perda de material e de mão de obra. “Uma obra bem organizada diminui significativamente a quantidade de arremates e a terminalidade, que é um dos grandes vilões de prazo e consequente aumento de custo”, diz.

Esse aumento de custo pode ser visto na quantificação de caçambas de entulho que são retirados da obra. “A Laguna trabalha com um índice de 0,029 caçambas para cada metro quadrado de obra construída. Já presenciei obras sem os cuidados necessários com logística e produção, e esse índice chega a 0,045. Aumento de 55% na quantidade de caçambas utilizadas”, finaliza Giamundo.

Sobre a Construtora e Incorporadora Laguna

A Construtora e Incorporadora Laguna completa em 2016 vinte anos de atuação no mercado imobiliário. A empresa é referência na construção de edifícios residenciais, comerciais e corporativos de alto padrão. A Laguna tem como principal conceito a inovação nos empreendimentos desenvolvidos que, além de diferenciados, estão localizados nas regiões mais disputadas de Curitiba. A construtora é pioneira na implantação de certificação ambiental com a conquista do LEED (Leadership in Energy and Enviromental Design), o selo verde de maior reconhecimento internacional, com o Condomínio Logístico São Carlos, em São Paulo, e com o Edifício Iguaçu 2820, em Curitiba, e tem o primeiro residencial do Brasil a ter a pré-certificação LEED Gold, o LLUM BATEL. Mais informações no site www.construtoralaguna.com.br ou pelo telefone (41) 3259-1800.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.