Prontos para receber bem os turistas

Além do Rio de Janeiro, os Centros de Atendimento ao Turista (CATs) estarão posicionados em locais estratégicos de fácil acesso e alta concentração de visitantes nas outras cinco capitais do futebol olímpico

Por Geraldo Gurgel

unnamed
Centro de Atendimento ao Turista no Rio de Janeiro. Foto: Riotur/Alexandre

As seis capitais que vão sediar os jogos de futebol, assim como o Rio de Janeiro, se prepararam para receber bem os visitantes nos Centros de Atendimento ao Turista (CAts). Todas elas reforçaram as equipes e, algumas, até ampliaram o horário de atendimento aos turistas. Os Centros de Atendimento ao Turista são responsáveis pela distribuição de dicas sobre atrativos das cidades, sugestões de locais para visitação, roteiros turísticos e esclarecimento de dúvidas dos visitantes.  Servem, por exemplo, como ponto de ajuda para achar números de telefones, endereços de hotéis e locais para compras e alimentação.

Brasília – Conhecida pelo céu azul, horizonte amplo, arquitetura futurista e muito verde, a capital federal contará com oito Centros de Atendimento ao Turista no período da Olimpíada. São esperados 300 mil visitantes no Distrito Federal. Os CATs vão funcionar no aeroporto, na praça dos Três Poderes, torres de TV analógica e digital e nos setores hoteleiros Norte e Sul. Um posto móvel será aberto nas imediações do Estádio Nacional de Brasília e outro na frente da Catedral. O atendimento ao turista será feito de 9h às 18h, com exceção da Torre de TV Digital que funcionará de 9h às 17h.

Rio de Janeiro – O Rio de Janeiro é a combinação perfeita entre mar, montanha e floresta. Atrativos naturais deslumbrantes, espontaneidade que transforma tudo em festa e acolhimento e os monumentos icônicos famosos em todo o planeta tornam o Rio um destino incomparável e inesquecível.  Para reforçar essa imagem, a cidade sede da Olimpíada Rio 2016, os turistas encontrarão 16 pontos de informações turísticas em importantes cartões postais como: nos dois terminais do Galeão e no Santos Dumont; na Rodoviária Novo Rio, na Candelária e Píer Mauá, no Centro; Quinta da Boa Vista/Zoológico; Largo do Machado; Arcos da Lapa; Praça Nossa Senhora da Paz, em Ipanema; e Estação do Bondinho do Pão de Açúcar, na Urca, entre outros. Alguns funcionarão 24 horas por dia.

Belo Horizonte – Cercada por cidades históricas barrocas e pela modernidade de Inhotim, Belo Horizonte foi a primeira cidade brasileira a nascer planejada, no final do século XIX. Na capital mineira, os visitantes encontramCATs no Aeroporto de Confins e na Rodoviária; Praça da Liberdade; Centro de Referência Turística Álvaro Hardy – Veveco, na Pampulha; e nos mercados das Flores e Central.  O horário de funcionamento pode variar das 8h até às 22h, por isso é importante conferir corretamente o que deseja visitar.

Manaus –  A capital do Amazonas, destaca-se como a principal metrópole da região. É a entrada natural para se conhecer a Floresta Amazônica. Os barcos são o principal meio de transporte para os hotéis de selva ou para ver o encontro das águas dos Rios Negro e Solimões. Na cidade, os Centros de Atendimento ao Turista de Manaus funcionam no Aeroporto Eduardo Gomes e na Av. Eduardo Ribeiro Centro (próximo ao teatro Amazonas). No aeroporto, o CAT funciona 24 horas para atendimento ao público.

Salvador – Famosa por seu Carnaval, a primeira capital do Brasil é um caldeirão cultural emoldurado pelo rico patrimônio histórico de igrejas, casarios seculares e as famosas praias da Baia de Todos os Santos. Salvador simboliza a Bahia, estado conhecido por suas belezas naturais, a simpatia de seu povo e a forte influência da cultura africana. O CAT Pelourinho, no Centro Histórico, é um dos pontos de informações turísticas da capital baiana.  O Aeroporto Internacional Dep. Luís Eduardo Magalhães e a Rodoviária também contam com centros de informações para os turistas que vistam Salvador. Os horários de funcionamento dos Centros de Atendimento ao Turista variam de 7h30 às 23h.

São Paulo – Superlativa, a cidade de São Paulo é o mundo dentro do Brasil.  Diversidade de culturas, centro de negócios e entretenimento para todos os gostos: 280 cinemas, 180 teatros, 110 museus e mais de 12,5 tipos de restaurantes com gastronomia de todas as partes do mundo. Haja fôlego. A capital paulista conta com oito pontos para recepção e informações turísticas como no Aeroporto de Congonhas, Terminal Rodoviário Tietê e Mercado Municipal Paulistano. Já os postos móveis funcionam em vans adaptadas para atendimento aos turistas nos locais de grande demanda por informações, como Museu do Futebol, Pateo do Collegio, Parque Ibirapuera, Rua Oscar Freire e Zoológico.

<ascom@turismo.gov.br>

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.