Mudanças climáticas aumentam a prevalência de alergias

As mudanças climáticas são as grandes responsáveis pelo aumento da prevalência de alergia, trazendo um impacto socioeconômico significativo sobre o paciente, a família e a sociedade. As doenças alérgicas afetam o funcionamento físico, psicológico e social do paciente e têm consequências financeiras. Só na Europa, as alergias representam as doenças crônicas mais frequentes, afetando, “com as estimativas mais conservadoras”, a vida diária de mais de 60 milhões de pessoas.

A alergia tem como causa uma prediposição genética ou estímulos do meio-ambiente e o aumento da prevalência é causado por uma alteração dessa predisposição ou dos estímulos ambientais alergênicos. “É claro que apenas poderosos estímulos externos podem induzir alterações genéticas agudas, imediatamente visíveis, na mesma ou na geração seguinte”, afirma o Prof. Dr. Ignacio Ansotegui, Presidente Eleito da WAO (World Allergy Organization), e um dos palestrantes internacionais confirmados para o XLIII Congresso Brasileiro de Alergia e Imunologia, que vai ocorrer entre os dias 28 de setembro e 1º de outubro, em Curitiba.

As alterações climáticas afetam os alimentos, a qualidade do ar e da água, a economia e muitos outros fatores da saúde. Essa mudança representa, portanto, uma ameaça , global, que poderá agravar outras doenças do século 21.

“Os principais determinantes de emissões de gases de efeito estufa são a produção de energia, transporte, agricultura, produção de alimentos e gestão de resíduos, e as tentativas de atenuar as alterações climáticas terá de lidar com cada uma delas”, diz Dr. Ansotegui.

Além das alergias respiratórias, o XLIII Congresso Brasileiro de Alergia e Imunologia trará temas tais como: ‘Imunoterapia’, ‘Anafilaxia’, ‘Alergia a pólen’, ‘O microbioma e desenvolvimento de doenças alérgicas’, ‘Desafios em urticária e dermatite atópica’, entre outros.

Alguns dos destaques de XLIII Congressão são os cursos práticos  e o tema dedicado à Alergia Veterinária, que visa mostrar como são as doenças alérgicas em animais e o que os médicos veterinários fazem para seus pacientes.

A grade completa pode ser conferida no site http://congressoalergia2016.com.br/

 

XLIII Congresso Brasileiro de Alergia e Imunologia

Data: de 28 de setembro a 01 de outubro

Local: Expo Curitiba

Endereço: Rua Prof. Pedro Viriato Parigot de Souza, 5300. Campo Comprido –Curitiba

Informações e Inscrições: http://congressoalergia2016.com.br/inscricoes/index.php#menuinscricoes

 

Sobre a ASBAI

A Associação Brasileira de Alergia e Imunologia existe desde 1946. É uma associação sem finalidade lucrativa, de caráter científico, cujo objetivo é promover o estudo, a discussão e a divulgação de questões relacionadas à Alergologia e à Imunologia Clínica, além da concessão de Título de Especialista em Alergia Clínica e Imunologia a seus sócios, de acordo com convênio celebrado com a Associação Médica Brasileira. Atualmente, a ASBAI tem representações regionais em 21 estados brasileiros.

Serviço
Twitter: @asbai_alergia
Facebook: Asbai Alergia
www.asbai.org.br

gengibrecomunicacao@comuniquese2.com.br

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.