Últimas

Primavera: cuidados com doenças respiratórias e alergias

Ah, a Primavera! A estação das flores, das cores, dos aromas. Mas também é durante esse período que as pessoas sensíveis ao pólen apresentam aumento dos sintomas de doenças como rinite alérgica, asma, conjuntivite alérgica e outras doenças respiratórias. Segundo Antônio Rangel, enfermeiro da Membracel, não é apenas o pólen que causa irritações. “Outros fatores podem desencadear crises respiratórias, como alterações climáticas devido à transição do inverno para a primavera. Se o tempo fica mais seco, agentes como a poeira, componentes da fumaça e poluição também podem contribuir para o mal estar”, destaca Rangel.

Os sintomas mais comuns da rinite alérgica são coceira no nariz, ouvidos, olhos, céu da boca, espirros, coriza e narinas obstruídas. Já no caso de asma, pode haver tosse seca, falta de ar, chiado e dor no peito. A conjuntivite alérgica causa coceira nos olhos, vermelhidão e sensibilidade à luz.

O que fazer para minimizar o desconforto?

  • Beba bastante água. Com o tempo seco perdemos mais líquido pela respiração e também pelo suor, por isso é importante se manter hidratado
  • Quando for limpar o chão, evite varrer para não espalhar poeira, passando apenas um pano úmido
  • Hidrate as narinas com soro fisiológico ou água
  • Umidifique os ambientes. Você pode usar aparelhos próprios para isso (umidificadores ou vaporizadores) ou até mesmo bacias com água nos cômodos
  • Dê preferência para roupas de cama antialérgicas
  • Evite ter plantas e bichos de pelúcia no quarto. Isso pode ampliar os sintomas de doenças respiratórias
  • Verifique com seu médico a possibilidade de utilizar sprays nasais antialérgicos
  • Tenha cuidado com a exposição excessiva ao sol

Escreva um comentário

Seu e-mail não será divulgado


*