10 dicas para deixar a casa livre dos ácaros

Os ácaros estão em todos os lugares. O grande problema é que eles são organismos invisíveis a olho nu, mas embora passem despercebidos, podem causar sérios problemas para a saúde. Segundo a alergologista Rosaly Vieira dos Santos, da Otorrinos Curitiba, os ácaros podem desencadear alguns tipos de reações alérgicas, entre eles a rinite e a asma, sendo que a rinite alérgica a ácaros muitas vezes é confundida com resfriado ou gripe, já que os sintomas são parecidos.

“Os principais sintomas da rinite alérgica são espirros repetidos, coriza líquida, coceira nasal frequente (coceira também nos olhos, céu da boca e garganta), sensação de escorrimento da secreção pela parte de trás do nariz, tosse crônica noturna e sinusite. É comum que os sintomas de rinite alérgica a ácaro piorem pela manhã ou à noite, pois o grande contato com o ácaro é feito pelo colchão. Já a asma, os sintomas comuns são falta de ar ou dificuldade de respirar, tosse, chiado no peito, sensação de aperto no peito”, resumiu a especialista.

Aumentar os cuidados com a limpeza doméstica ajuda a reduzir os sintomas de quem tem alergias, e é parte importante do tratamento. De acordo com a doutora Rosaly, os maiores vilões estão no dormitório do paciente alérgico, como colchões, travesseiros, roupas de cama, além de cortinas, carpetes e móveis estofados. “O ácaro se alimenta especialmente da descamação da pele humana e também de mofo. Por isso, o colchão, em especial, é um grande reservatório de ácaro. Calcula-se que devem existir de 500 mil a 2 milhões de ácaros no interior de um colchão, independentemente das condições de higiene da casa”, alertou.

Para deixar a casa livre dos ácaros, especialista listou 10 dicas importantes de higiene:

1 – Use capas impermeáveis fechadas no colchão e no travesseiro (napa, PVC ou similar), que também deverão ser limpas regularmente com pano úmido. As capas podem ser feitas ou compradas em lojas especializadas em produtos para alérgicos;
2 – Troque a roupa de cama uma a duas vezes por semana. Use edredom e evite cobertor de pelo. Lave roupas de cama e edredons com água quente. A água aquecida mais de 45°C mata os ácaros.
3 –  Lave os casacos antes dos meses frios (se possível com água quente). Também é importante para remover os ácaros que estão nestas roupas.
4 – É muito difícil manter um tapete ou carpete livre de ácaros e mofo, assim como é inviável retirar cortinas semanalmente para lavagem. Melhor não tê-los, ou troque as cortinas de pano por persianas de material plástico, PVC ou similar, para facilitar a limpeza;
5 – Utilize pano úmido no piso da casa diariamente na limpeza. Evite vassoura e espanador, pois eles “levantam a poeira”. O pano úmido remove a poeira sem dispersar as partículas mais finas (e mais alergênicas) no ar ambiente.
6 – Evite umidade no ambiente (tanto para evitar a proliferação do ácaro quanto do mofo). O nível de umidade dentro de casa é outro fator importante. Condensação nas janelas é um sinal de que a umidade está alta dentro de um cômodo. Deixe o ambiente arejado. Aumentar a ventilação abrindo janelas ou usando um exaustor reduz o nível de umidade no ar. A umidade também pode ser reduzida em ambientes específicos como armários. Produtos “dessecantes” podem ser utilizados, como pacotes de gel de sílica, cal, pacote de giz pendurado no armário, bicarbonato de sódio, entre outros. Sempre que possível, deixe a luz do sol entrar nos cômodos, abrindo portas de armários por algumas horas todos os dias.
7 – “Elimine o mofo” com produtos comerciais, com sabão e água ou ainda uma solução de água sanitária fortemente diluída. Sempre seque os locais que foram limpos cuidadosamente para evitar mofo de voltar a aparecer.
8 – Caso tenha animais domésticos, intensifique sua higiene (banho semanal) e não permita que ele frequente o quarto de dormir e os móveis estofados (lembrando que móveis estofados também devem ser evitados na medida do possível).
9 – Não fume e procure evitar que fumem perto de você;
10 – Pratique atividade física regularmente.


Sobre Rosaly Vieira dos Santos

Rosaly Vieira dos Santos é alergologista, com mestrado em Alergia pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), doutorado em Alergia pela UFPR e Universidade Humboldt (Alemanha) e pós-doutorado em Alergia e Urticária pela Universidade Humboldt, Hospital Charité – Berlim, Alemanha.

 

Sobre a Otorrinos Curitiba

A Otorrinos Curitiba é a mais nova referência no atendimento da área de otorrinolaringologia da capital paranaense. Inaugurada em setembro de 2015 no bairro Mercês, a clínica possui estrutura moderna, excelente localização, tecnologia de ponta e profissionais altamente renomados para oferecer o melhor atendimento aos pacientes.

A Otorrinos Curitiba possui horário de atendimento diferenciado: de segunda a sexta, das 8h às 22h, e aos sábados, das 9h às 13h. Para maior comodidade dos pacientes, possui estacionamento no local.

A clínica atende aos seguintes convênios: Unimed, Amil Assistência Saúde, Bradesco Saúde, Copel, Cassi, Evangélico Saúde, Mediprev, Sanepar, Saúde Caixa, Sinam, SulAmérica e Voam.

 

Serviço:

Otorrinos Curitiba

Rua Doutor Roberto Barrozo, 1381, 1º andar – Mercês

Telefone: (41) 3335-0302 / 3336-9640 / 3339-4084

Site: www.otorrinoscuritiba.com.br

unnamed-10

gezianediosti@gmail.com

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.