CVC registra aumento na procura por viagens de fim de ano

O turismo oscilou neste ano economicamente desafiador, mas mostrou-se um setor resiliente a dificuldades. O consumidor reviu projetos de viagens e baixou as expectativas de lazer nos últimos meses, mas não abriu mão do “direito” ao merecido descanso. Com isso, houve estabilidade e até ligeiro crescimento das vendas. Agora, já às portas do final de ano, agências de viagens detectam ambiente ainda mais favorável e clientes confiantes para “fechar” pacotes e reservar viagens para o final do ano e início de 2017.

A rede CVC, com loja no Catuaí Shopping Londrina, informa que registrou crescimento de vendas nos três primeiros trimestres do ano. No período de julho a setembro, a empresa embarcou 4,8% mais passageiros do que no mesmo período do ano anterior. O que é atribuído a um “esforço para renegociar tarifas com fornecedores e adoção de novas medidas de gestão dos  negócios para que o ‘produto viagem’ continuasse cabendo no bolso do brasileiro”.

Para esse último trimestre , o otimismo é maior. A CVC já registra aumento na procura por viagens de fim de ano no mercado interno, com destaque para as praias do Nordeste e pelos cobiçados minicruzeiros. Para atender esse mercado, oferece pacotes a partir de R$ 800 por pessoa e algumas promoções – como a de hospedagem gratuita para crianças, por exemplo.

Na TZ Viagens, o cenário é semelhante. Gerente da agência no Catuaí Londrina, Theila Murakami vê desde setembro um ambiente mais favorável para a concretização dos negócios, com aquecimento nas vendas. “Clientes que prospectavam opções de viagens agora estão ‘fechando’ as compras. “Há mais confiança”, afirma.

Theila diz que, durante todo o ano, não houve estagnação nas vendas. “O consumidor só esteve menos ousado”, define, acrescentando que o turismo também é afetado pelas dificuldades econômicas, mas não como outros setores da economia. “Percebemos um cuidado maior do cliente com os custos, mas sem deixar de viajar. Não houve demanda reprimida”.

A TZ Viagens opera com pacotes customizados, que são montados conforme o perfil do cliente e seu projeto de viagem. Mas tem também opções de pacotes convencionais com grande procura, com destaque para o “turismo familiar” – como Beto Carrero (SC), Gramado (RS) e Beach Park (Fortaleza, CE). A demanda pelos EUA, especialmente Miami e Orlando, também foi forte o ano todo, ela informa.  “Em agosto e setembro, a procura superou todas as nossas expectativas”.

 

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.