Últimas

Cátia de França no  Psicodália 2017

 

catia-de-franca-por-thercles-silva-8955Quatro décadas de estrada, sete álbuns lançados e incontáveis parcerias musicais. Foi assim que Cátia de França se tornou um dos maiores nomes da música regional, com seu cancioneiro calcado nos ritmos brasileiros e na literatura. Nestes trabalhos, Cátia de França acumulou parcerias que ajudaram a moldar sua música ao longo dos anos. Entre elas estão nomes como Xangai, Clementina de Jesus, Chico César, Dominguinhos, Sivuca, Lulu Santos e Bezerra da Silva, entre outros.

Agora, toda essa vivência se renova no palco na turnê do disco “Hóspede da Natureza” (2016), lançamento do selo Porangareté com patrocínio do Natura Musical. Após um hiato de 10 anos entre sua gravação e lançamento, o “Hóspede da Natureza” ganha vida e respira livre nos palcos, pronto para circular pelo país, com pouso confirmado no Psicodália 2017, ano em que a artista completa 70 anos de vida.

É o repertório do disco que ela mostra no Palco do Sol, no dia 25/02,  mas sem deixar de lado sucessos já consagrados de álbuns anteriores. O show conta também com músicas dos discos “20 palavras ao redor do sol” (1979), inspirado em poemas de João Cabral de Melo Neto; “Estilhaços” (1980); “Feliz demais” (1985) e “Avatar” (1998).

O disco novo busca inspiração na bíblia hippie “Walden, ou A Vida nos Bosques”, escrito por Henry Thoreau. A obra exalta a comunhão com a natureza e coloca em xeque noções de posse, consumo e necessidade, celebrando o conceito de subsistência com as próprias mãos. Trazendo uma gama de ritmos para o álbum, Cátia de França pinta o “Hóspede da Natureza” de todas as cores, indo do reggae à bossa, passando pelo blues, rock, bumba-meu-boi, ritmos africanos e loas de caboclo. “Além da sonoridade diversa, esse trabalho tem influência da literatura de [Henry David] Thoreau e Manoel de Barros. A identidade é multifacetada, uma radiografia, um caleidoscópio de quem sou eu”, se orgulha a compositora.

 

Psicodália

O festival celebra em 2017 sua vigésima edição, que mais uma vez acontece durante o Carnaval 2017, na Fazenda Evaristo, em Rio Negrinho (SC). Estão confirmados também os shows de Céu, Cálix, Perotá Chingó, Recordando o Vale das Maçãs, Metá Metá e Trombone de Frutas, com a participação de Di Melo, além do eterno ‘tremendão”, Erasmo Carlos.  Ao todo serão em torno de 50 atrações musicais, além de oficinas, workshops, apresentações teatrais, de cinema e muitas atividades recreativas, para crianças e adultos. Interessados em apresentar propostas de oficinas podem encaminhar suas ideias para a produção por meio do site.  Bandas interessadas em compartilhar os palcos com estas e outras grandes atrações também podem enviar suas propostas no site do evento.

 

O Psicodália será de 24 de fevereiro a 1 de março de 2017 e para ficar por dentro de todos os detalhes e saber cada nova atração basta estar atento ao Facebook e ao site do evento. A Fazenda Evaristo, área de 500 mil m2 de área verde, receberá estrutura de reforço, com portaria, estacionamento, bares e praça de alimentação 24 horas. Terá ainda ambulatório 24 horas, minimercado, feirinha e bazar e cinco grandes áreas de camping arborizadas, equipadas com banheiros, iluminação, limpeza e segurança. Os passaportes estão à venda pelo Disk Ingressos.

 

Serviço:

O que: Psicodália 2017

Quando: 24/02 a 01/03/2017

Onde:  Fazenda Evaristo, em Rio Negrinho (SC)

Passaportes:  http://www.diskingressos.com.br/evento/4570

Informaçõeswww.psicodalia.com.br

INFORMAÇÕES PARA IMPRENSA

De Inverno Comunicação

imprensa@psicodalia.com.br   Skype: Adriane_perin

Sobre Adriane Perin - De Inverno Comunicação (25 Artigos)
Adriane Perin, jornalista responsável pela De Inverno Comunicação, atua profissionalmente desde 1992. Neste período trabalhou nas redações, em editorias de cultura, dos jornais Bem Paraná, Jornal do Estado e Gazeta do Povo. Como assessora de imprensa atuou em oito edições do Festival de Teatro de Curitiba, coordenando a equipe em 2016; Festivais Psicodália e Psycho Carnival/Rock Carnival, além de inúmeros jobs, entre os quais com a Companhia Deborah Colker, Cia de Teatro Armazém, Cia. Transitória, Grupo Cerco, as cantoras Simone, Ana Carolina, Projeto Dragão e Dado Villa-Lobos e várias bandas independentes brasileiras. Adriane/De Inverno também atua como produtora cultural, com destaque para as sete edições do festival Rock De Inverno, Palco De Inverno e Novos Talentos, na Corrente Cultural de Curitiba.

Escreva um comentário

Seu e-mail não será divulgado


*


Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com