Ceratocone também pode ser tratado com procedimento cirúrgico

Existem muitas formas de se tratar o ceratocone, uma doença oftalmológica que provoca alterações na córnea, tornando-a mais fina e cônica. Muitas vezes, a simples prescrição de óculos é o suficiente para melhorar a acuidade visual. Alguns pacientes também se beneficiam da adaptação de lentes de contato gelatinosas, rígidas, híbridas e esclerais. Mas quando essas medidas não trazem resultado satisfatório, outros artifícios podem auxiliar na regularização da superfície ocular, melhorando a visão dos pacientes.

Um dos procedimentos que podem ser recomendados pelo médico oftalmologista é o uso de Anéis Intraestromais. Trata-se de um dispositivo que é implantado no estroma corneano, com o objetivo de regularizar as deformações corneanas causadas por doença do tecido, para corrigir ou diminuir os erros de refração associados.

“A cirurgia é realizada com auxílio de microscópio e, mais recentemente, vem sendo utilizado um laser que confecciona o túnel onde se implantará os anéis. No centro cirúrgico o paciente não fica mais que 40 minutos e a recuperação é rápida”, afirma o médico oftalmologista Arthur Schaefer. Segundo o especialista, o procedimento é indolor e a anestesia é tópica (colírio anestésico).

O material dos Anéis Intraestromais é comprovadamente inerte e biocompatível, sendo portanto bem aceito sem causar inflamação. Após a cirurgia é colocada uma lente de contato como curativo. “Ao paciente são prescritos colírios antibióticos e antiinflamatórios, além disso, o retorno às atividades habituais ocorre após alguns dias”, destaca Schaefer. Caso necessário os anéis podem ser removidos e a córnea retoma suas dimensões originais pré-implante. Pode ainda ser substituído ou reposicionado. Os resultados se mantêm ao longo do tempo e a integridade da córnea é preservada.

O médico oftalmologista Arthur Schaefer, da Clínica Schaefer de Curitiba (Bebel Ritzmann)
O médico oftalmologista Arthur Schaefer, da Clínica Schaefer de Curitiba (Bebel Ritzmann)

Mecanismos de ação
+ Remodelamento corneano por adição de tecido: preserva a integridade corneana;
+ Regularização topográfica e correção refrativa preservando a forma prolata natural: reduz as aberrações ópticas, melhora a acuidade visual e a tolerância às lentes de contato;
+ Deslocamento do ápice corneano para o centro pupilar;
+ Estabilização da ectasia corneana: retarda o transplante de córnea por tempo indeterminado.

Serviço
Oftalmologista Arthur Schaefer (CRM 22.204)
Site: http://www.schaefer.com.br
Clínica Schaefer Oftalmologia e Neurologia
Endereço: Avenida Getulio Vargas, 2932, Água Verde, Curitiba/PR
Fone: (41) 3027-3807

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.